PUBLICIDADE

Grupo de Combate do Exército e Polícia Civil prendem dois por receptação em “cabriteira”

Leonardo Cabral em 01 de Julho de 2020

Divulgação

Carro foi apreendido em estrada vicinal e motorista disse que recebeu 100 reais

Homem de 35 anos foi detido em flagrante por militares do Exército Brasileiro no momento em que tentava atravessar um veículo Corolla, de cor preta, placas QQY-5334, para a Bolívia. Ele foi flagrado em uma estrada vicinal, conhecida como "cabriteira", que que dá acesso às cidades bolivianas que fazem fronteira com Corumbá.

Conforme o boletim de ocorrência 2455/2020, militares que fazem parte do Grupo de Combate do Exército e que atuam na região de fronteira, realizavam rondas pela área das estradas vicinais, quando flagraram o homem, próximo a uma área onde foi aberta uma vala para evitar o tráfego de pessoas e veículos entre as fronteiras, que estão fechadas desde março, dos dois lados, como medida de prevenção ao contágio da covid-19.

O motorista disse num primeiro momento que o veículo pertencia a um "amigo". Depois, acabou revelando que recebeu o valor de R$ 100,00, de um outro indivíduo, para entregar o automóvel a um homem, na Bolívia, e que atravessaria pela estrada vicinal.

O homem foi levado pelos militares do Exército para a Delegacia de Polícia Civil, onde já na presença de um investigador,  revelou que o contratante estaria hospedado em um hotel na Avenida Gaturama. De imediato, o policial e os militares do Exército foram até o local indicado e conseguiram identificar o outro suspeito, que foi levado ao Distrito Policial também. A suspeita é que o carro seja pertencente a uma locadora.

O caso, que aconteceu no dia 29 de junho, foi registrado como receptação. Também foram apreendidos dois aparelhos celulares, documentos pessoais e do veículo, e a quantia de R$ 100,00, paga ao homem de 35 anos.

PUBLICIDADE