PUBLICIDADE

Três são presos tentando levar carros locados e com registro de roubo para a fronteira

Leonardo Cabral em 17 de Junho de 2020

Três homens, com idades de 33, 22 e 32 anos foram presos na terça-feira (16) e nesta quarta-feira (17), pela Polícia Rodoviária Federal (PRF). Eles estavam com três veículos em Corumbá, que seriam levados para a  Bolívia. Um dos dos automóveis tem registro de roubo em São Paulo e os outros dois, pertencem a locadoras.

Divulgação/PRF

Carro estava com registro de roubo em São Paulo

Conforme a PRF, os motoristas envolvidos são suspeitos de realizar esse tipo de transporte em outra ocorrência. A primeira abordagem ocorreu na noite de ontem, no km 690 da BR-262, em Corumbá. Os policiais abordaram um Hyundai/Creta, placas aparentes de São Paulo (SP), sendo as verdadeiras também de São Paulo, porém com registro de roubo desde janeiro de 2020. O motorista, de 33 anos, confessou que pegou o carro em SP para trazer até a fronteira com a Bolívia e receberia R$ 1 mil pelo "serviço".

O segundo flagrante aconteceu na madrugada desta quarta-feira (17), quando foram detidos os homens de 22 e 32 anos que são parentes. A equipe fazia fiscalização no km 765 da BR-262, próximo a um posto fiscal, quando abordou um Renault/Captur e um Ford/KA, ambos com placas de Belo Horizonte (MG), pertencentes a uma locadora de veículos. Indagados, os envolvidos deram informações diferentes sobre os motivos da viagem, o que levantou a suspeita.

Divulgação / PRF

Veículos são de propriedade de locadoras

Os agentes realizaram consultas no sistema e descobriram que os dois condutores, já haviam realizado viagens semelhantes para a fronteira, com veículos de terceiros ou alugados sem registro de roubo/furto, mas, que após alguns dias da abordagem, os automóveis eram registrados em boletins de ocorrência.

Suspeitos de aplicar golpe em locadoras de veículos e transportar automóveis roubados/furtados para a fronteira, os dois foram presos. No Renault/Captur havia um passageiro que foi detido. O condutor do primeiro flagrante, também foi levado para a Delegacia de Polícia Civil.

PUBLICIDADE