PUBLICIDADE

Locutor de rádio é assassinado e corpo deixado em área de invasão

Campo Grande News em 07 de Maio de 2020

O locutor de rádio Vladimir Lenin Rosa, 39, conhecido como “Galvão”, foi assassinado em Maracaju, a 160 km de Campo Grande. O corpo dele foi encontrado na manhã desta quinta-feira (07) em área de invasão, perto do campo de futebol da Vila Juquita.

Vladimir, que trabalhava em uma emissora FM da cidade, foi morto com vários golpes de facão e de pá cavadeira, ambos encontrados no local do crime sujos de sangue. O rosto da vítima foi desfigurado pelos golpes. O carro dele ainda não foi localizado.

Moradores encontraram o corpo coberto por uma lona, a poucos metros de um barraco onde foi encontrado um colchão sujo de sangue. Há marcas de sangue no chão em frente ao barraco.

A perícia da Polícia Civil em Dourados foi ao local para fazer o levantamento de rotina. Policiais acreditam que o radialista tenha sido golpeado no barraco e depois arrastado por 20 metros, onde recebeu outros golpes até ser morto.

Marcelo Cesar Maciel, 22, é o principal suspeito do crime e foi localizado pela Polícia Militar após testemunhas revelarem que ele teria passado a noite bebendo com Vladimir. Uma garrafa de pinga foi encontrada no barraco e de manhã, por motivos ainda desconhecidos, Marcelo cometeu o crime.

A reportagem apurou que Vladimir estava afastado da profissão. Dependente de drogas e álcool, morava atualmente na área de invasão após perder tudo o que tinha por causa do vício. Vladimir era pai de três filhos, que moram com a ex-mulher dele. (Colaborou Adilson Domingos)

PUBLICIDADE