PUBLICIDADE

Polícia Civil faz operação para desarticular quadrilha de tráfico de drogas em Corumbá e Campo Grande

Rosana Nunes com Campo Grande News em 13 de Dezembro de 2019

Divulgação

Tiago, um dos líderes da organização criminosa, foi preso em casa

A Polícia Civil, por meio da Denar (Delegacia de Narcóticos) realizou nesta sexta-feira a Operação Didelphis, que finaliza investigações iniciadas neste ano. O objetivo é desarticular organização criminosa que praticava o tráfico de drogas, principalmente de cocaína, enviada de Corumbá para Campo Grande, onde bocas de fumo eram abastecidas. 

As ações foram simultâneas nas duas cidades e cumpriram 11 mandados de prisão e 16 mandados de busca e apreensão.

Participaram da ação policial, coordenada pela Denar, 48 policiais civis, com equipes da Derf (Delegacia Especializada de Roubos e Furtos), Garras (Delegacia de Repressão de Roubo a Banco, Assaltos e Sequestros), Defurv (Delegacia Especializada de Furtos e Roubos de Veículos) e Depca (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente), além de sete policiais rodoviários federais e policiais civis e militares de Corumbá.

Um dos presos foi Tiago da Silva Cuellar, conhecido como Gambá. Ele é apontado pela polícia como líder do grupo criminoso. Outros nomes ainda não foram divulgados. 

Um balanço final dos trabalhos de investigação e dos mandados cumpridos, vai ser divulgado posteriormente, segundo informou a Denar.

Nome da operação

Didelphis faz alusão ao líder da Organização Criminosa Tiago da Silva Cuellar, vulgo Gambá, sendo que o nome científico do Gambá é Didelphis.

PUBLICIDADE