PUBLICIDADE

PRF realizou “Proclamação da República” com sistema de plantão voluntário

Leonardo Cabral em 18 de Novembro de 2019

Divulgação/ PRF

Foram registrados três óbitos nas estradas de MS durante os quatro dias de operação

Nos quatro dias da operação Proclamação da República, realizada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), 4.709 veículos e 5.730 pessoas foram fiscalizados nos mais de 3.652 quilômetros de malha viária que cortam Mato Grosso do Sul.

Os agentes da PRF registraram 19 acidentes, sendo 5 graves, com três mortos. Ao todo, 23 pessoas ficaram feridas. Houve 258 infrações de ultrapassagem, sendo 248 em faixa dupla contínua.

Em um dos flagrantes, as câmeras da concessionaria da BR-163 filmaram um carro realizando uma ultrapassagem em faixa contínua. Motorista foi abordado logo em seguida pela PRF.

As autuações pelo não uso do cinto de segurança somaram 150, sendo 63 por parte dos motoristas e 87 passageiros. Crianças sendo transportadas fora da cadeirinha, assento de elevação ou bebê conforto resultaram em 24 autuações. 1.699 autos de infrações gerais foram registrados.

Alcoolemia

A PRF realizou 2.959 testes com o bafômetro nas rodovias federais do MS, 48 condutores foram flagrados por dirigirem sob efeito de álcool. 17 motoristas foram presos após o bafômetro acusar índice expelido maior que 0,30mg/L de álcool por litro de sangue.

Indenização por Flexibilização Voluntária

Para a operação, a PRF executou neste feriado o sistema de Indenização por Flexibilização Voluntária do Repouso Remunerado. O sistema permitiu que fossem colocados 137 policiais, que estariam em horário de folga da escala, para atuarem na fiscalização durante o feriado. Os policiais voluntários recebem um valor proporcional a sua remuneração pelas horas trabalhadas a mais, permitindo uma fiscalização mais efetiva durante os feriados e finais de semana.

O novo sistema já vinha sendo testado desde agosto, mas foi implementado de forma expressiva neste feriado de Proclamação da República. A indenização representa um esforço do Governo Federal para redução no número de acidentes. Os resultados aparecem nos números de fiscalização superiores se comparados com os do ano passado, de acordo com a PRF, que envolveu 09 Delegacias e 22 Unidades Operacionais nos quatro dias de ação.

PUBLICIDADE