PUBLICIDADE

PRF recupera dois veículos roubados na BR-262

Rosana Nunes em 03 de Novembro de 2019

Divulgação/PRF

Condutor se acidentou, abandonou o carro, mas foi localizado pela PRF

Dois veículos roubados foram recuperados pela Polícia Rodoviária Federal nos dias 1º e 02 de novembro, na BR-262. Os carros seriam trazidos para Corumbá e depois levados para a Bolívia.

O primeiro caso foi às 04h15 de sexta-feira quando os agentes que faziam ronda no km 596, encontraram um Peugeot, cor branca e placas aparentes de São Paulo/SP, parado no acostamento. Não havia ninguém dentro do carro, que estava com a roda dianteira direita quebrada, tinha danos no capô e para-lama direito e airbags acionados. A chave também foi deixada no contato.

Durante checagem, a equipe constatou que o chassi havia sido adulterado e ao consultar o sistema, confirmou que a placa era outra e que o Peugeot tinha ocorrência de roubo em São Paulo no dia 13 de outubro.

Os agentes realizaram buscas para localizar o motorista do carro. Por volta das 07h, avistaram um homem andando na BR-262, com roupas sujas, arranhões pelo corpo e carregando uma mala. O indivíduo, de 33 anos, confirmou que conduzia o veículo e ao desviar de um animal, bateu em uma árvore.

Ele ainda contou que pegou o carro na capital paulista de um homem conhecido pelo apelido de “Bolacha” e deveria entregar em um posto de combustível de Corumbá a um indivíduo chamado “Gato”. Pelo “serviço”, receberia R$ 1 mil.

Acusado de adulteração de sinal identificador de veículo automotor e receptação, o homem foi levado para a Delegacia de Polícia Civil de Miranda.

Outro caso

Divulgação/PRF

Caminhonete tem registro de roubo em 2017 na cidade de Natal

Já no sábado (02), às 12h30, no Posto Guaicurus, a PRF abordou o motorista de um Fiat Toro, placas aparentes de Natal/RN, que seguia viagem para Corumbá. O homem demonstrou nervosismo e contradições, chamando a atenção dos agentes.

Após checagem, os policiais confirmaram adulteração no chassi da caminhonete, que foi roubada no dia 1º de dezembro de 2017, em Natal. O condutor contou que mora em Fortaleza/CE e teria ido de avião para o Rio de Janeiro, onde pegou o carro de uma pessoa chamada “Rafael”, entregaria a caminhonete a uma mulher identificada como “Juliana”, em Corumbá e receberia 1 mil reais.

Ele e o veículo recuperado foram levados para a delegacia de Miranda.

PUBLICIDADE