PUBLICIDADE

Homem tenta roubar bolsa de mulher e é detido com ajuda dos colegas de trabalho da vítima

Leonardo Cabral em 25 de Outubro de 2019

Anderson Gallo/Arquivo Diário Corumbaense

Acusado da tentativa de roubo já tem passagens policiais por outros crimes e foi levado para a delegacia

Susto e revolta. Esses foram os sentimentos de Jadiane Fernandes da Silva, de 22 anos, ao sofrer tentativa de roubo, por volta das 07h30, desta sexta-feira, 25 de outubro, quando chegava à sede da Agência Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor de Corumbá (Procon), onde faz estágio. A tentativa de roubo aconteceu na rua Treze de Junho, entre a Sete de Setembro e Major Gama, área central.

O acusado da tentativa de roubo, identificado pelas iniciais de T.F.A., de 24 anos, foi detido em flagrante, após a vítima ter conseguido fugir e pedir ajuda no local de trabalho. O autor, que já tem várias passagens pela Polícia, aparentava estar sob efeito de drogas e é conhecido na região central da cidade.

“Eu seguia pela rua Treze de Junho, quando ele me abordou, me segurando pelo braço. Ele passou a mão nos meus seios e disse para que passasse a bolsa, como vi que ele não portava nenhuma arma, consegui me soltar e corri em direção ao Procon. Ele ainda correu atrás de mim, mas ao me ver entrando no trabalho parou e foi embora e, eu, desesperada, pedi ajuda para meus colegas que saíram comigo e conseguimos deter ele”, contou Jadiane Fernandes ao Diário Corumbaense.

A jovem ainda diz que o momento mais revoltante a abordagem. “Ele passou a mão nos meus seios e depois tentou pegar a bolsa. Só não conseguiu levar, porque consegui me soltar, já que ele me segurava pelo braço e a minha bolsa estava do lado contrário”, completou informando que na hora não havia ninguém na rua.

Mesmo assustada, a vítima e os colegas de trabalho, entre eles, o diretor-executivo do Procon, Vital Gonçalves Miguéis, foram atrás do autor, que vestia uma camiseta amarela e short, e o localizaram andando tranquilamente pela Treze de Junho.  

Leonardo Cabral/ Diário Corumbaense

Diretor-executivo do Procon, Vital Gonçalves Miguéis, deteve o autor junto com outro servidor

Ao ser reconhecido pela vítima, os colegas de trabalho o abordaram e o levaram para a Delegacia de Polícia Civil. Um militar da Marinha do Brasil, que passava pelo local e ao ver a cena, deu apoio aos servidores os acompanhando até o Distrito Policial.

"Nós estávamos já na agência, quando a Jadiane entrou pálida e assustada contando o que havia acontecido. Não pensamos duas vezes e junto com outro servidor saímos com ela para identificar o homem e para a nossa surpresa, ele estava subindo a rua Treze de Junho, caminhando tranquilamente. Nesse momento, parei o carro e o abordamos, após ela reconhecê-lo. Logo depois, vimos que não portava nenhuma arma e o colocamos no meu carro. O servidor que estava comigo foi atrás junto com o acusado”, falou o diretor-executivo do Procon, Vital Gonçalves Miguéis que ainda mencionou que no momento da abordagem, o acusado disse: “desculpa senhor. Desculpa, não vou mais fazer isso”, confessando que de fato tentou levar a bolsa da estagiária.

O homem foi preso por roubo tentado e segue detido na Polícia Civil. O Diário Corumbaense apurou que ele tem passagens pela Polícia por roubo na forma tentada, importunação ofensiva ao pudor e porte de drogas para consumo pessoal. Ele também já havia sido apreendido por furto quando era menor de idade.

PUBLICIDADE