PUBLICIDADE

Mad Max 2: Operação detém três e apreende 900 litros de combustível em Corumbá

Leonardo Cabral em 21 de Março de 2019

Divulgação/PF

Combustível era armazenado em diversos galões

Três pessoas foram presas em flagrante durante a Operação Mad Max 2, deflagrada na quarta-feira, 20 de março, em Corumbá, pela Polícia Federal e a Receita Federal, com auxílio da Força Nacional. O objetivo da ação policial foi coibir o contrabando e venda ilegal de combustíveis vindo da Bolívia e resultou na apreensão de 900 litros.

A ação ocorreu em sete pontos distintos, onde era realizada revenda de combustíveis contrabandeados da Bolívia. Seis veículos utilizados para o contrabando, também foram apreendidos e levados para a Receita Federal.

O combustível era depositado em galões plásticos de diversos tamanhos, sem o armazenamento adequado, causando grande risco também à saúde dos moradores das redondezas, além da possibilidade de explosões e incêndios. Participaram da operação, 27 servidores dos órgãos envolvidos.

Cartões bancários

Em um dos locais fiscalizados foram encontrados ainda dezenas de cartões bancários e de benefícios sociais, organizados em envelopes com dados dos diferentes titulares e senhas. A Polícia Federal iniciará uma investigação sobre possíveis crimes relacionados.

Divulgação/PF

Cartões bancários foram encontrados durante a operação em um dos pontos fiscalizados

Os presos, conduzidos para a Delegacia da PF em Corumbá, foram indiciados pelos crimes de contrabando e armazenagem irregular de substância tóxica. Se condenados nos dois crimes, podem cumprir pena de 3 (três) a 9 (nove) anos de reclusão, além de multa.

PUBLICIDADE