PUBLICIDADE

Foragida da Justiça é presa por falsidade ideológica em Ladário

Leonardo Cabral em 07 de Março de 2019

Divulgação/ PC Ladário

Carine usava o nome de Jéssica quando foi registrar BO na Delegacia

Carine Pires Tatto de 29 anos, que usava identidade falsa com o nome de Jéssica Taiane da Glória, de 25 anos, foi presa na tarde desta quinta-feira, 07 de março, em Ladário. Contra ela, ainda havia dois mandados de prisão expedidos pela Vara Criminal de Campo Grande, um por falsidade ideológica e outro por tráfico de drogas. No primeiro caso, ela já tem pena de quatro anos e um mês no regime semiaberto e no segundo, foi condenada em regime fechado.  

A prisão de Carine aconteceu quando ela procurou a Delegacia de Polícia Civil da cidade vizinha, para registrar boletim de ocorrência de lesão corporal dolosa. No momento do registro, os policiais de plantão fizeram os procedimentos de praxe e ao verificarem a existência de pendências no registro de "Jéssica", pesquisaram mais detalhadamente e conseguiram confirmar que na verdade, Jéssica era Carine.

O delegado titular de Ladário, Rodrigo Blonkowski, informou que Carine será levada ao presídio de Corumbá. “Pelas circunstâncias que ela foi detida, também será indiciada pela prática de novo delito de falsidade ideológica”, explicou.

PUBLICIDADE