PUBLICIDADE

Incêndio em veículo de agente penitenciária pode ter sido criminoso, diz Sindicato

Rosana Nunes com Campo Grande News em 30 de Outubro de 2018

Reprodução

Carro estava no estacionamento do semiaberto e foi destruído pelas chamas

O Sindicato dos Agentes Penitenciários de Mato Grosso do Sul, acredita que o incêndio que destruiu o carro de uma servidora na madrugada desta terça-feira (30), no estacionamento do Estabelecimento Penal de Regime Semiaberto de Corumbá, pode ter sido criminoso. De acordo com a entidade, na noite de domingo (28), a agente penitenciária se desentendeu com um interno ao registrar seu atraso para retornar à unidade e ele a ameaçou. 

“As suspeitas são de que [o incêndio] foi a mando do detento, porque dois dias depois, meliantes pularam o muro do estacionamento e tacaram fogo no carro”, explicou André Luiz Santiago, presidente do Sindicato.

Ainda segundo ele, não é de hoje que servidores enfrentam a falta de segurança para trabalhar na unidade. O Sinsap, junto à OAB-MS (Ordem dos Advogados do Brasil de Mato Grosso do Sul) e o MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul), já chegou a pedir a interdição do presídio semiaberto. “É inadmissível um crime desse patamar ocorrendo dentro de um estabelecimento penal. O Estado tem de dar uma resposta à altura”, afirmou Santiago.

O Corpo de Bombeiros foi acionado, mas o Fiat Siena foi completamente destruído pelas chamas. 

PUBLICIDADE