Depois de balear namorado, brasileira vai a hospital da Bolívia e atira novamente em vítima

Rosana Nunes em 16 de Junho de 2018

Jornal La Estrella del Oriente

Neissia teve de ser amarrada em leito depois de balear novamente namorado dentro do hospital

A brasileira Neissia Lorrane Rufino, de 27 anos, está presa em Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia, depois de balear duas vezes o namorado, o também brasileiro, Yago Rodrigues Magalhães, de 22 anos. O rapaz foi baleado na noite de quinta-feira, 14 de junho, e foi levado para o hospital Católico. Na sexta-feira de manhã, 15, Neissia foi até lá sob o pretexto de visitar Yago, e deu mais três tiros no rapaz. Yago passou por cirurgia e segundo os médicos, o estado clínico é estável. 

Neissia foi detida dentro do hospital e amarrada a um leito até a chegada da polícia boliviana. Segundo informação veiculada pelo jornal La Estrella del Oriente, uma suposta infidelidade teria sido o motivo do crime. A brasileira disse que comprou o revólver numa área de mercado popular conhecida como Los Pozos. 

A imprensa boliviana ainda destacou que o comandante da Polícia local, Alfonso Siles, reclamou da direção do hospital, que não informou às autoridades policiais sobre o caso na quinta-feira mesmo, quando Yago deu entrada depois de ser baleado pela primeira vez. 

PUBLICIDADE