Menu

Fale Conosco Expediente

Corumbá, MS
23 de Novembro de 2017
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

Rainha de bateria da Nova Corumbá busca aperfeiçoar a arte do samba

em 30 de Maio de 2016

Aperfeiçoar-se na arte do samba. Com esse intuito, Carol Castelo, 21, rainha de bateria da Mocidade Independente da Nova Corumbá, campeã do Carnaval 2016, busca recursos para cursar um workshop na segunda quinzena de setembro no Rio de Janeiro. A inscrição ela já pagou, agora falta conseguir bancar hospedagem e alimentação – por cinco dias –, além de parte das passagens. O curso terá como ministrante Evelyn Bastos, rainha de bateria da Estação Primeira de Mangueira, atual campeã do carnaval carioca.

Fotos: Anderson Gallo/ Arquivo Diário

Carol Castelo desfilou pelo segundo ano seguido como rainha de bateria da Nova Corumbá

Carol explicou que o workshop leva à qualificação do espetáculo apresentado à frente dos ritmistas da bateria Barcelona da Nova Corumbá. “Quero aprender coisas novas, diferentes. A cada ano que passa, surgem novidades que a gente precisa estar atenta e incorporar. Aprender nunca é ruim, nunca é demais. Não quero parar no tempo, quero sempre mostrar o melhor na Avenida para fortalecer minha escola e, para o público, que merece o meu empenho”, disse ao Diário Corumbaense a vencedora do Esplendor do Samba 2016 na categoria Rainha de Bateria.

Essa capacitação já era desejada por ela. “Desde o ano passado gostaria de ter feito esse curso”, contou. “Quem vai assistir ao desfile [das escolas de samba] vai para ver a rainha de bateria sambar. Eu gosto de dançar, apresentar o melhor, e estou buscando ir para o Rio de Janeiro para esse curso, que vai aprimorar meu samba para que eu possa mostrar o melhor na Avenida, para a população”, argumentou. O workshop com a rainha de bateria da Mangueira será entre os dias 19 e 23 de setembro.

O curso ministrado por Evelyn Bastos vai além de uma simples aula de como sambar. Aborda, logicamente, técnicas de samba e situações relacionadas à desenvoltura; postura e evolução; consultoria de maquiagem; dicas de alimentação saudável e de qualidade de vida. É também composto por um ciclo de palestras.

Para arrecadar o dinheiro necessário – cerca de 5 mil reais – Carol optou por realizar promoções. A primeira delas acontecerá na primeira semana de junho. “Umas amigas minhas estão me ajudando. Vamos fazer bobó de galinha no dia 05 de junho, por 15 reais a cartela. Entregamos em casa ou quem comprar também pode buscar. Pode ligar para o telefone 9940-4955 e encomendar. A partir das 11 horas iniciaremos as entregas”, informou. “É uma promoção para juntar dinheiro e cobrir os gastos com hospedagem e alimentação lá no Rio. São cerca de 5 mil reais. O curso eu já paguei”, reforçou.

De passista a vencedora do Esplendor do Samba

A ascensão de Carol Castelo ao posto de rainha de bateria da Mocidade Independente da Nova Corumbá, foi meteórica. Ela começou como passista, convidada por uma amigo, e no ano seguinte já saiu à frente dos ritmistas da única escola da zona sul da cidade.

“Um amigo, Ricardo Vilalva [carnavalesco consagrado na cidade], me convidou. Ele me apresentou ao mundo do samba. Convidou para sair como destaque e eu topei, já gostava de dança, mas não tinha esse envolvimento com o samba. Entrei como musa com ele e me destaquei, já na Nova Corumbá. Conquistei a comunidade, que eu acho o principal de tudo, que hoje me apoia e me incentiva. No segundo ano, numa simples apresentação, no ensaio técnico falaram que me queriam como rainha. Já tinha uma rainha, mas saí como rainha de bateria já em 2015”, contou.

Carol foi ganhadora do Esplendor do Samba deste ano

Depois do primeiro ano de desfile, em 2015, ela se preparou para o posto este ano. “Ser rainha de bateria, de uma escola que tem uma bateria como a da Nova Corumbá, é uma grande responsabilidade. Esse ano, sabendo que seria novamente a rainha, fiz uma preparação”, disse.

Essa preparação rendeu a placa dourada do Esplendor do Samba para ela. A premiação é dada desde 2010 aos melhores do carnaval pelo Diário Corumbaense. “Fiquei ‘mega’ feliz. Era algo que eu não esperava. Desfilo com meu coração, gostei logo da primeira vez. Quero dar o meu melhor na Avenida e acredito que isso que me fez destacar. Ao ganhar o Esplendor me senti muito feliz, uma realização pessoal. Está lá na minha casa [a placa], foi inesperado e me deixou felicíssima. Vou defender mais esse título no ano que vem, junto com minha escola de samba”, concluiu.

Carol Castelo é atleta, “jogo futsal desde os 9 anos”, trabalha como recepcionista na Diva Esmalteria e faz faculdade de Educação Física.

Ações e Compartilhamento
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE