Menu

Fale Conosco Expediente Buscar

Corumbá, MS
19 de Junho de 2018
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

Esplendor valoriza escolas e homenageia incentivadores do carnaval

André Navarro em 14 de Fevereiro de 2018

Johonie Midon/Diário Corumbaense

Cerca de 300 pessoas participaram da cerimônia de entrega da premiação do Esplendor

A opinião de quem participou da entrega do Esplendor do Samba que está em sua IX edição é unânime na afirmação de que o prêmio reflete a vontade popular e valoriza o trabalho realizado não só na avenida, mas também nos barracões pelas escolas de samba e seus componentes que trabalham de forma árdua para compor a escola e desfilar na avenida.

“A ótica do Esplendor é a ótica de como o povo olha uma escola de samba, é o crivo popular”, disse o presidente da Liga Independente das Escolas de Samba de Corumbá (Liesco), José Martinez. “É um prêmio consolidado que cria uma expectativa nos carnavalescos, em todos os quesitos, é um motivador, é a cereja do bolo que faltava para o carnaval de Corumbá”, afirmou Zezinho.

Anderson Gallo/Diário Corumbaense

Diretora geral do Diário Corumbaense, Rosana Nunes, dedicou o Esplendor 2018 ao colunista social e parceiro do jornal, Alfredo Sartory, que faleceu nesta quarta-feira

“Não é uma avaliação técnica, mas a gente busca fazer o melhor possível. Tem muita gente aqui que já ficou muito alegre ao levar o Esplendor do Samba ao longo desse tempo, assim como teve gente que se frustrou, mas isso nos estimula porque mostra o quanto essa placa dourada é cobiçada”, evidenciou a diretora geral do Jornal Diário Corumbaense, Rosana Nunes, ao lembrar que em 2019 será a décima edição do prêmio, que conta com avaliação de radialistas e jornalistas de veículos de comunicação convidados e de um comitê do próprio Diário Corumbaense.

Rosana fez uma homenagem ao colunista social Alfredo Sartory, que faleceu justamente no dia da entrega do prêmio, evento que sempre acompanhava. “Eu dedico o Esplendor do Samba deste ano ao nosso amigo Alfredo, uma pessoa alegre, responsável, uma pessoa do samba e que esteve comigo desde que parti para o jornalismo virtual e depois o impresso. Foi um verdadeiro companheiro, um amigo, uma pessoa excepcional”, afirmou.

Anderson Gallo/Diário Corumbaense

Beatriz Cavassa, os filhos Rodrigo e Rafaela, e mãe do prefeito falecido Ruiter Cunha, receberam a placa de homenagem in memoriam

Outro homenageado, e também in memoriam, foi o ex-prefeito Ruiter Cunha de Oliveira, falecido no dia 1º de novembro de 2017 e, sem dúvida nenhuma, o maior incentivador do Carnaval de Corumbá. Um vídeo com imagens do ex-prefeito em momentos de carnaval emocionou a todos os presentes. “Sem escola de samba não é o carnaval de Corumbá”, disse Ruiter no vídeo, em um discurso em 2008 que justificava os investimentos feitos na festa que mais atrai turistas para o município e que gera um alto volume de renda, além de empregos.

A viúva de Ruiter, Beatriz Cavassa de Oliveira e seus filhos Rafaela e Rodrigo, a mãe dele, dona Leir, receberam a placa do Esplendor das mãos do prefeito Marcelo Iunes, que assumiu no lugar de Ruiter, com muita emoção em que a própria Beatriz disse da dificuldade de falar nesse momento tão delicado. “É difícil de esquecer, a gente está tentando entender ainda, mas o importante é dar continuidade, por isso eu quero aproveitar para parabenizar a todos vocês por realizar esse carnaval brilhante".

“Reverenciar o passado e consolidar o presente”, foi a frase retirada de Ruiter do vídeo e repetida pela diretora do Diário, Rosana Nunes, para homenagear o prefeito Marcelo Iunes. “Prefeito, reverenciar o passado, consolidar o presente, é uma tarefa que ficou para o senhor”, enfatizou, ao afirmar que o Carnaval 2018 já mostrou que isso está sendo feito.

Anderson Gallo/Diário Corumbaense

Diretora do Diário, Rosana Nunes, e presidente de Liesco, Zezinho Martinez, entregaram o Esplendor ao prefeito Marcelo Iunes pelo incentivo ao carnaval

“Este é o melhor carnaval do centro-oeste brasileiro e com certeza vai continuar sendo por muito mais tempo”, se comprometeu o prefeito. Além disso, ele já afirmou que até setembro deste ano quer fazer o primeiro repasse de verbas para as escolas de samba para que os carnavalescos possam ir a São Paulo fazer as compras e conseguir preços mais baratos.

“O carnaval movimentou seguramente R$ 15 milhões de reais”, adiantou o prefeito Marcelo Iunes ao Diário Corumbaense. “Esse é o motivo de investirmos cerca de R$ 3,5 milhões na realização da festa, ela gera renda, muita gente trabalhou e ganhou dinheiro, empresários precisaram contratar pessoal extra para atender à demanda. Nós não temos grandes empresas, o nosso investimento tem que ser em turismo, eventos que impulsionam nossa economia, e o carnaval é o principal deles”, destacou.

A Corte de Momo, muito elogiada este ano, devolveu as chaves da cidade ao prefeito, e veio de um carioca um elogio que define muito bem a importância do Carnaval de Corumbá e do prêmio Esplendor do Samba. “Valoriza esse fantástico Carnaval de Corumbá. Existe toda uma interação com a sociedade, e isso a gente pode constatar. A gente vibra com as escolas aqui, o importante é a vibração, o entusiasmo que cada escola coloca na avenida”, afirmou o contra-almirante Barros Coutinho, comandante do 6º Distrito Naval de Ladário, ao fazer um comparativo do carnaval de Corumbá com o do Rio de Janeiro. 

Veja mais fotos no site Vitrine Virtual

Anderson Gallo/Diário Corumbaense

Corte de Momo, por meio do rei Renan de Paula, "devolveu" a chave da cidade ao prefeito Marcelo Iunes na festa do Esplendor do Samba

  

Ações e Compartilhamento
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE