Carreata leva imagem de Nossa Senhora da Candelária para as ruas da cidade

Ricardo Albertoni em 27 de Janeiro de 2018

Ricardo Albertoni/Diário Corumbaense

Carro com imagem de Nossa Senhora da Candelária foi à frente da carreata

Pelo sétimo ano, carreata em homenagem a Nossa Senhora da Candelária foi realizada pelas ruas do centro de Corumbá na manhã deste sábado (27). Carros, caminhonetes e motocicletas passaram por várias vias com buzinaço, apitaço e muitos fogos. No Centro da cidade e por onde passou, as pessoas saíram às portas para saudar a imagem de Nossa Senhora da Candelária.

Com os veículos enfeitados com balões azuis e brancos e imagens da Santa, os fiéis concluíram a peregrinação em frente à paróquia, na Praça da República, com a bênção do padre Fábio Vieira.

"Virou uma tradição, algo muito bonito, expressivo, público, de demonstração de fé, Nossa Senhora passando pelas ruas da cidade. O objetivo é tornar público aquilo que a gente acredita, que valoriza, que é sinal de fé pra gente e essa carreata pegou mesmo. Cada ano aumenta mais, mesmo a Catedral não estando terminada, muita gente vindo, a novena à noite por exemplo. Essa abertura provisória de 10 dias, é um momento de alegria pra gente, assim as pessoas podem ver as obras, o andamento dos trabalhos", disse ao Diário Corumbaense o pároco da Igreja ao falar sobre a carreata e destacar que, após os dez dias de atividades religiosas, as obras de revitalização serão retomadas.

Ricardo Albertoni/Diário Corumbaense

Francisco e Maria Elizabeth foram os responsáveis por organizar a carreata deste ano

A cada ano, um casal é escolhido para organizar a carreata. Desta vez, a tarefa ficou a cargo de Francisco Jacinto da Silva, o “Francisco Jathaí” e Maria Elizabeth da Silva. “É o primeiro ano que participamos da organização da carreata, mas participamos do evento todos os anos. Foi uma maravilha, foi bênção de Deus, só temos a agradecer Nossa Senhora pelas bênçãos que temos recebido em nossas vidas”, disse Maria Elizabeth.

“Toda a família participa da programação. Nossa Senhora representa tudo pra gente, tudo que nós temos: nossa casa, nosso carro – veículo que levou imagem da santa durante a carreata – é pintado de azul, em honra a Nossa Senhora”, contou Francisco.

Réverton Bogado Arruda também participou junto com a esposa. "Eu fui na frente anunciando com os fogos. Nossa Senhora representa a vida, intercessões a Deus Pai. Todos os anos participamos e é muito gratificante. Convidamos toda a comunidade para participar da quermesse no dia 02, das missas, para que prestigiem a igreja", frisou.

Padre Fábio ainda falou sobre o que Nossa Senhora representa para os fieis. "Eu diria que é o que uma mãe representa para um filho, não há palavras para dizer. Por mais que achemos que há indiferença com relação a esse relacionamento entre mães e filhos, há uma coisa eterna, há um vínculo eterno e quando se trata de Nossa Senhora, mais ainda por ser a mãe de Deus. Há essa ligação eterna entre filho e mãe", concluiu.

Ricardo Albertoni/Diário Corumbaense

Ao final, padre Fábio Vieira fez a bênção dos veículos, o que também se tornou tradicional

A programação

A Padroeira de Corumbá está sendo celebrada desde quarta-feira (24), quando foi iniciada novena em alusão à data e celebrada missa. As atividades em homenagem à Santa padroeira prosseguem neste sábado, às 18 horas, com récita do terço e confissões, e, às 19 horas, missa. Nos demais dias até 1º de fevereiro, a programação segue com récita do terço e confissões às 18h15, seguidas de missa com início da celebração às 19 horas. A cada dia, uma comunidade ou grupo religioso é o convidado.

O dia 02 de fevereiro será dedicado inteiramente à Nossa Senhora da Candelária e a programação começa bem cedo, às 06 horas da manhã, com alvorada festiva. Depois, às 07 horas, será celebrada uma missa para os colaboradores da festa e na sequência servido uma café da manhã comunitário. Está marcada para às 09h30 Missa Solene da Cidade com a presença de autoridades civis e militares do município. Logo após a celebração, começa a tradicional quermesse com bebidas, doces, comidas típicas e barraca da pechincha.

Ao meio-dia, a parte religiosa retorna com a realização de mais uma missa. Às 15 horas, a celebração será voltada para os enfermos. Às 18h30, na igreja de Nossa Senhora Aparecida acontece a bênção das velas e se inicia a procissão luminosa com retorno a Igreja Catedral de Nossa Senhora da Candelária. Logo após a procissão, outra missa e, desta vez, celebrada pelo bispo diocesano Dom Segismundo Martinez Álvarez e com a coroação da imagem da padroeira.

Galeria: Carreata Nossa Senhora Candelária 2018

Abrir Super Galeria
PUBLICIDADE