Receita apreende com coreano 64 litros de bebida que parece ser alucinógena

Rosana Nunes em 31 de Outubro de 2017

Divulgação/Receita Federal

Bebida parece ser Santo Daime e foi entregue ao MAPA para destruição, além de raízes

A Receita Federal de Corumbá apreendeu nesta terça-feira (31), no posto fiscal Esdras, fronteira com a Bolívia, 64 litros do que parece ser Santo Daime, uma bebida alucinógena, além de raízes. A apreensão foi por volta das 10h30, quando um coreano de 80 anos de idade, tentou entrar em território brasileiro em um táxi boliviano. O produto in natura, que tem a importação proibida, foi entregue a fiscais do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento para destruição. O viajante coreano foi liberado. 

Santo Daime

É uma erva alucinógena, comum da cultura indígena da região da Amazônia. A manifestação religiosa surgiu nas primeiras décadas do século XX. Consiste em uma doutrina espiritualista que tem como base o uso sacramental de uma bebida enteógena, a ayahuasca. Segundo seus adeptos, a doutrina do Santo Daime é uma missão espiritual, que encaminha os seus praticantes ao perdão e a regeneração do seu ser. Isto acontece porque o daimista, ao participar dos cultos e ingerir o Santo Daime inicia um processo de auto conhecimento.

Teve como fundador, na década de 1930, o lavrador e descendente de escravos Raimundo Irineu Serra, que passou a ser chamado dentro da doutrina e por todos que o conheciam como Mestre Irineu. Com informações da enciclopédia livre Wikipédia

PUBLICIDADE