PUBLICIDADE

No mês da prevenção, “Pedal Rosa” conscientiza sobre combate ao câncer de mama

Ricardo Albertoni em 21 de Outubro de 2017

Fotos: Ricardo Albertoni/Diário Corumbaense

Participantes saíram da concentração, na bicicletaria Alagoano, localizada na rua Albuquerque e realizaram percurso até o Assentamento 72, em Ladário

O ciclismo, esporte que tem ganhado cada vez mais adeptos em Corumbá, reunindo pessoas das mais variadas profissões, idade ou classe social, exerce além dos benefícios físicos a quem pratica, a oportunidade de se desconectar da rotina estressante por meio do contato com a natureza.

Muitas vezes é sobre duas rodas que os problemas são esquecidos. Mas nem por isso, os amantes do pedal estão alheios às questões importantes da sociedade. Por isso, durante o Outubro Rosa, mês de conscientização sobre o câncer de mama, a advogada Anne Andréia Fonseca e a educadora física Anna Paula Capitel Camargo tiveram a ideia de realizar o "Pedal Rosa". Utilizando o rosa, seja nas vestimentas ou em enfeitas nas bicicletas, na manhã deste sábado, os participantes saíram da concentração, na bicicletaria Alagoano, localizada na rua Albuquerque e realizaram percurso até o Assentamento 72, em Ladário.

“Ano passado fizemos a primeira edição com café da manhã e Workshop para a galera que está iniciando no pedal aprender a trocar o pneu, tirar a roda da bike, tirar o pneu se caso furar. Esse ano, com a parceria da Caixa de Assistência aos Advogados, da OAB, juntamente com a Escola Superior de Advocacia  (ESA), resolvemos unir forças no combate ao câncer de mama, trabalhando a prevenção à doença. Estamos abraçando essa causa daí o nome Pedal Rosa”, disse a advogada ao Diário Corumbaense.

O "Pedal Rosa" foi idealizado pela educadora física Anna Paula Capitel Camargo (à esquerda) e a a advogada Anne Andréia M. Fonseca (à direita)

Além de abordar o assunto, o evento teve por objetivo convidar mais pessoas para conhecer o esporte, já que o percurso, denominado como pedal leve, foi programado para que até mesmo os iniciantes possam realizá-lo sem dificuldades. O evento teve apoio de guarnições da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros. A Agetrat também esteve presente, organizando o trânsito durante a saída.

“A ideia realmente é trazer a população para pedalar, fazer mais uma atividade física”, explicou Anna Paula adiantando que o grupo pretende realizar ação semelhante em novembro, mês de conscientização e combate ao câncer de próstata.

O jovem estudante de engenharia mecatrônica em Campo Grande, Luca Acosta Chaves, ressaltou a importância da causa. “Há 4 meses eu voltei ao esporte. Conheci o pedal em 2013 durante uma ação social. Gostei do esporte  e comecei a praticar. Me ausentei por um tempo,  mas de uns meses pra cá voltei a pedalar. Abordar esse tema é importante. A maior parte da minha família é de mulheres e na minha casa sempre houve esse interesse, essa conscientização a respeito do combate à doença. Por isso, sei a importância de apoiar e divulgar essa causa para que as pessoas se conscientizem e busquem desmistificar esse tabu de não fazer o exame, deixar de lado o medo, a vergonha de enfrentar a doença”, afirmou.

Workshop para repassar técnicas e dicas para enfrentar os problemas que as bicicletas podem apresentar no caminho foi realizado

Durante o evento foi  oferecido aos participantes café da manhã e aos iniciantes, foi realizado um Workshop para repassar técnicas e dicas para enfrentar os problemas que as bicicletas podem apresentar no caminho. Também houve sorteio de brindes. A ação teve o patrocínio da Loja Mafisa, bicicletaria Alagoano, Bolos da Dany, Nutricenter, Verdurão da Cabral, Verde Natural.

Caminhada Contra o Câncer

No próximo dia 28 de outubro, a Rede Feminina vai realizar a 5ª Caminhada Contra o Câncer. O evento acontecerá às 08h, com saída em frente a sede da Rede, localizada na rua Quinze de Novembro. Para participar do evento é preciso adquirir a camiseta pelo valor de 15 reais, além de  1 quilo de alimento não perecível. Mais informações podem ser obtidas na sede da Rede ou pelo telefone (67) 3231-3057.

Comentários:

José Mendes: Bom dia. Linda matéria. Texto perfeito. Bacana a galera fazer essa manifestação a respeito de um assunto muito sério. Agradecer as guarnições da Polícia, bombeiros e a guarda municipal. Não só pela segurança mas pelas vezes que eles sempre de pronto atenderam os ciclistas. E hoje além de estarem fazendo segurança também participando e mostrando que o esporte não é individual e sim coletivo.

PUBLICIDADE