PUBLICIDADE

Fumaça de queimadas na Bolívia assusta moradores de Corumbá

Leonardo Cabral em 06 de Agosto de 2020

Karlos Peña/ jornalista

No bairro San Pedrito, em Puerto Suárez, a fumaça tomou conta da região

Contraste nas cores do céu na divisa entre Corumbá e Bolívia, chamou a atenção de boa parte da população entre às 11h e 13h, desta quinta-feira, 06 de agosto. O motivo: as queimadas que também atingem as cidades que ficam do outro lado da fronteira. 

Uma imensa cortina de fumaça tomou conta do céu e vinha em direção a Corumbá, assustando muitos moradores. O Diário Corumbaense apurou que os focos de incêndio também castigam as cidades bolivianas de Puerto Quijarro e Puerto Suárez.

Jornalista Karlos Peña

Mirante, em Puerto Suárez, ficou encoberto pela densa camada de fumaça

Os focos atingem área seca e correm o risco de se alastrar para Corumbá, pela vegetação do outro lado da margem do rio Paraguai.

Um dos cartões postais mais visitados em Puerto Suárez, o Mirante, que dá a vista para o Pantanal Boliviano, desapareceu completamente em meio à fumaça. A cidade também ficou encoberta. 

Mapa mostra os focos de queimadas nos dois países. Do lado de Puerto Quijarro e também do Pantanal, é possível observar os focos que seguem devastando a região pantaneira. Em Corumbá, militares do Corpo de Bombeiros e brigadistas do Ibama/Prevfogo, seguem nos trabalhos de combate aos focos.

Reprodução

Mapa mostra os focos de incêndio nos dois países

PUBLICIDADE