PUBLICIDADE

Coordenadoria de Posturas vai a bancos e comércio fiscalizar aglomeração de pessoas

Leonardo Cabral em 08 de Abril de 2020

Divulgação

Equipe de Posturas e GM durante fiscalização às agências bancárias nesta quarta-feira

Ação da Prefeitura, por meio das Secretarias de Infraestrutura e Serviços Públicos e Segurança Pública e coordenação da Fiscalização de Posturas e Guarda Municipal, está percorrendo estabelecimentos comerciais e instituições bancárias para o cumprimento das normas editadas em decretos municipais de enfrentamento ao coronavírus.

Conforme o coordenador de Fiscalização de Posturas, Luciano Cruz Souza, apesar de Corumbá já registrar caso positivo da da covid-19, muita gente, corre riscos e desobedece as determinações. No centro da cidade, dezenas de pessoas estavam em longas filas, em frente dos bancos. A maioria sem nenhum tipo de proteção individual, como a máscara, e muito próximos uns dos outros. 

Divulgação

Distanciamento de 1,5 metro entre uma pessoa e outra tem que ser cumprida, conforme exige o decreto

“A ação visa primeiramente agências bancarias e estabelecimentos comerciais para que as normativas municipais em relação à covid-19 sejam cumpridas. Entre as medidas está por obrigação manter o espaçamento de um metro e meio entre as pessoas tanto nas filas como na hora do atendimento, bem como também a disponibilização de álcool em gel e evitar principalmente a aglomeração nesses locais”, explicou Luciano reforçando ainda sobre a questão da aglomeração. “Não é permitido o número de pessoas em conjunto. Ou seja, a aproximação entre uma pessoa e outra tem que ser evitada, mantendo a distância para evitar o contágio da doença”, mencionou.  

Ele ainda enfatizou que além das instituições financeiras, na noite de terça-feira (07) alguns supermercados foram fiscalizados. “Nesses locais também reforçamos as ações que devem ser cumpridas.”

Parecer Fiscal

Ao Diário Corumbaense, Luciano Cruz revelou que será emitido um parecer fiscal, que será publicado no Diário Oficial, sobre os decretos em vigor, quais as formas de interpretação, principalmente no que diz respeito à aglomeração e aproximação.

Foto enviada ao Diário Corumbaense

Na terça-feira, pessoas aglomeradas na fila de uma agência bancária

“Tem que ter o distanciamento. Essas recomendações são para o comércio em geral, agências bancárias e também para pessoas físicas, todos devem cumprir as determinações e o descumprimento acarretará em sanções legais cabíveis”, alertou o coordenador de Posturas.

Loja notificada e fechada

Na terça-feira (07), uma loja, localizada na rua Delamare, esquina com a Ladeira Cunha e Cruz, que dá acesso ao Porto Geral, teve o atendimento interditado pelo setor de Posturas de Corumbá. 

“Identificamos na loja o descumprimento das medidas do decreto, como o número grande de pessoas dentro do prédio e a aglomeração. A loja só reabriu nesta quarta-feira (08) depois de feitas as devidas adequações”, concluiu o coordenador de Posturas.

Comentários:

Fernanda Marin: Muito boa essa atitude, mas tem que se estender as lotéricas também, pois estão lotadas e sem nenhuma medida de proteção nem distanciamento. A população tem que ter consciência também, a minoria se importa.

PUBLICIDADE