PUBLICIDADE

Deputado Antonio Vaz viabiliza quase R$ 1 milhão para combate ao coronavírus em MS

Da Redação em 27 de Março de 2020

Israel Santos

Deputado Antonio vaz

O presidente da Comissão Permanente da Saúde, deputado estadual Antonio Vaz (Republicanos), viabilizou quase R$ 1 milhão para o combate do coronavírus em Mato Grosso do Sul. O Estado já registrou 25 casos da doença e 53 são investigados pela Saúde. No mundo todo, mais de 22 mil pessoas morreram.

Cerca de 19 municípios de Mato Grosso do Sul receberão a emenda e, de acordo com o deputado Antônio Vaz, que é um dos porta-vozes na transparência de informações do coronavírus, a saúde será prioridade. “São cerca de R$ 900 mil que vou destinar para o enfrentamento da Covid-19. Vamos passar por essa guerra, sendo vencedores e para isso acontecer é preciso investir pesado”, afirmou Vaz, que atua na Comissão de Calamidade Pública da ALMS (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul).

As cidades que receberão incentivo são: Campo Grande, Ponta Porã, Ladário, Paranaíba, Nioaque, São Gabriel, Dourados, Mundo Novo, Corumbá, Rochedo, Costa Rica, Maracaju, Anastácio, Água Clara, Miranda, Corguinho, Cassilândia, Batayporã e Nova Andradina.

O incentivo financeiro é necessário para a saúde, já que os casos aumentaram, conforme nova atualização do boletim epidemiológico divulgado pela SES (Secretaria Estadual de Saúde) na quinta-feira (26). Mato Grosso do Sul tem 25 casos confirmados do coronavírus e 53 suspeitos. No Brasil existem cerca de 2.915 casos confirmados da doença e mais de 77 óbitos.

Prevenção ao coronavírus

A ciência já mostrou que para se prevenir da doença, a higiene é a principal aliada. Por isso, é preciso fazer uma boa higienização das mãos, usar com frequência álcool 70%. Os lares, onde as pessoas têm passado a maior parte do dia por causa do isolamento social, também precisam de cuidados e de limpeza diária. Uma dica é usar água sanitária durante a limpeza dos móveis.

O Ministério da Saúde também orienta aquelas pessoas que precisam sair de casa: mantenha uma distância de pelo menos um metro das demais pessoas; cheguem em casa, retire os sapatos na entrada, em seguida coloque as roupas para lavar e tome um banho imediato.  

Sintoma da doença

Casos mais leves podem se parecer com gripe ou resfriado comum, dificultando a detecção. Já casos mais graves podem evoluir para pneumonia e síndrome respiratória aguda grave ou causar insuficiência renal. Os sintomas incluem febre alta, tosse, dificuldade para respirar e lesões pulmonares. Com informações da assessoria de imprensa. 

PUBLICIDADE