PUBLICIDADE

Exército realiza Operação Dínamo para fiscalizar uso de explosivos no Pantanal

Leonardo Cabral em 30 de Maio de 2019

Divulgação/ Exército

Ponto de fiscalização foi montado no Pedágio da ponte sobre o rio Paraguai

O Exército Brasileiro, por meio do Sistema de Fiscalização de Produtos Controlados (SisFPC), realizou nesta quarta-feira, 29 de maio, o Dia D da Operação Dínamo VII, no pedágio da ponte sobre o rio Paraguai. Cerca de 40 veículos que passaram pelo local foram abordados e revistados pelos 20 militares do Comando da Brigada, situada na fronteira entre Brasil e Bolívia.

A Dínamo VII tem por finalidade intensificar a fiscalização de todo o ciclo de vida dos materiais explosivos e correlatos que são transportados, seja em veículos pesados ou leves. Verificação da documentação, das condições de segurança, do controle da produção e estoque, do armazenamento, comercialização e transporte, bem como da utilização de explosivos, são algumas das ações que foram realizadas, tudo de acordo com as normas em vigor.

Divulgação/ Exército

Cerca de 40 veículos foram revistados e abordados pelos militares e nada de irregular foi encontrado

O Diário Corumbaense apurou que os militares não encontraram nada de irregular. Apenas um veículo que passou pelo local, com destino a Bolívia, transportava explosivos, porém foi apresentada toda a documentação, não sendo constatado nada de irregular.

Apesar do foco da operação ser o transporte de explosivos, a fiscalização se estende a outros Produtos Controlados pelo Exército (PCE), observado a necessidade e a conveniência, durante a operação, sendo as atividades desencadeadas pelas Organizações Militares (OM), por meio de ações planejadas, com o poder de Polícia Administrativa, recebendo apoio dos Órgãos de Segurança e Ordem Pública (OSOP) e Agências Governamentais das esferas federal, estadual e municipal.

A ação aconteceu simultaneamente em 12 regiões militares, abrangendo todo o território nacional, empregando aproximadamente, 750 militares da Força Terrestre, direcionados para combater e prevenir os ilícitos com o uso de explosivos. Com informações da assessoria de comunicação da 18ª Brigada de Infantaria de Fronteira. 

PUBLICIDADE