PUBLICIDADE

Invicto em casa, Corumbaense vence o Aquidauanense por 3 a 1

Leonardo Cabral em 16 de Fevereiro de 2019

Leonardo Cabral/ Diário Corumbaense

Galo Guerreiro ainda não perdeu jogos disputados em casa

O Corumbaense venceu o Aquidauanense em jogo da sétima rodada do Campeonato Estadual de Futebol da Série A, na noite deste sábado (16), no Arthur Marinho. O time, que está invicto em casa, saiu na frente com gol de Romarinho no primeiro tempo, aos 14 minutos, após cruzamento de Aleksandro. O prata da casa, não desperdiçou a chance e bateu forte para o gol de Diego, que não teve chance de defesa.

Os dois times ficaram trocando ataque, porém o primeiro tempo acabou com o Carijó da Avenida na frente. Na segunda etapa, o Aquidauanense começou pressionando, mas o alvinegro pantaneiro respondia o ataque com bastante perigo. Porém, foi a equipe adversária que marcou aos 35 minutos, após o juiz ter dado pênalti cobrado por Agnaldo, empatando a partida. 

 

Passados os 40 minutos de jogo, para alegria da apaixonada torcida pantaneira, que não deixou de apoiar e acreditar na virada do time, o Corumbaense teve um pênalti marcado ao seu favor. Romarinho, novamente com categoria, cobrou no canto direito do goleiro adversário, colocando a equipe na frente de novo. A torcida foi ao delírio.

 

Já nos acréscimos, aos 47 minutos, Pato que entrou aos 30 minutos no lugar de Juninho, ampliou o placar do Galo Guerreiro para 3x1. Emocionado, o jovem jogador foi abraçado pela comissão técnica e atletas. O Corumbaense ainda contou com Vinicius Costa, no lugar de Lika.

 

Com o resultado, o time pantaneiro é vice-líder com 13 pontos, mesma pontuação do líder Águia Negra, que joga neste domingo (17) e tem maior saldo de gols.

 

No outro jogo da rodada neste sábado, o Comercial venceu por 2 a 0 o Sete de Setembro, no estádio Chavinha, em Itaporã e também chegou aos 13 pontos e está na terceira colocação. 

 

Emoção no final do jogo

 

Bastante emocionados, os jogadores agradeceram à torcida e toda comissão técnica, destacando o bom trabalho realizado com a equipe, que mesmo com a estreia ruim, perdendo dois jogos seguidos, conseguiu se recuperar e vem mostrando equilíbrio e qualidade durante os jogos do Estadual.

 

Romarinho, autor de dois gols, disse que a partida foi importante, pois mostrou a união do grupo. “Fizemos o que o professor pediu, pressionamos o adversário no início e ditamos o ritmo do jogo ao nosso favor. Agora é continuar trabalhando para buscar mais uma vitória”, disse.

 

Leonardo Cabral/ Diário Corumbaense

Pato, que entrou no segundo tempo, fez o terceiro gol do Carijó e com choro de felicidade agradeceu a confiança

Com choro de felicidade, o jogador Pato, agradeceu as oportunidades que vêm tendo. “Agradeço a minha família e ao clube que está acreditando em mim. A vitória nos coloca em condições de disputa e a cada jogo estamos subindo. Vamos continuar trabalhando pra isso”, declarou o jovem atleta que em coro da torcida, entrou no segundo tempo. 

Também emocionado, o goleiro do Carijó, Adilson, teve papel importante na partida com três grandes defesas. Até este jogo, ele não havia sofrido gol nas últimas quatro rodadas. 

Leonardo Cabral/ Diário Corumbaense

Goleiro Adilson estava há quatro jogos sem tomar gol, mas fez defesas importantes

“No começo fomos muito cobrados, eu principalmente, devido às duas derrotas, sabemos que fomos muito abaixo do que se esperava. Começamos o campeonato muito mal e sabíamos que a equipe não era aquilo que se estava apresentando. Fico muito emocionado, pois pouco a pouco fomos mostrando os resultados dos trabalhos feitos e subindo na tabela. O adversário de hoje era nosso concorrente direto. Graças ao bom trabalho, conseguimos mais um resultado positivo e agora é pensar na sequência do campeonato”, destacou Adilson, agradecendo ainda ao treinador de goleiros, Luis Almeida e companheiros de equipe.

Depois de sucessivos jogos, o Carijó da Avenida terá a semana para treinar e recuperar jogadores. A próxima partida é no dia 23, quando recebe, no Arthur Marinho, a Serc Chapadão.