Cadeira de rodas é levada e afeta atendimento na UPA

Da Redação em 16 de Outubro de 2018

Divulgação

Cadeira de rodas semelhante foi levada da UPA

Uma cadeira de rodas foi levada da UPA do bairro Guató na madrugada desta terça-feira, 16 de outubro. A equipe do local percebeu a falta do equipamento nesta manhã e um boletim de ocorrência foi registrado na 1ª Delegacia de Polícia Civil de Corumbá. Coordenadora de Urgência e Emergência da Secretaria Municipal de Saúde, a enfermeira Letícia Schutz Pereira, acredita que a cadeira de rodas tenha sido levada por engano e solicitou a devolução do produto ortopédico. 

“O atendimento na UPA acaba ficando prejudicado sem esse material, que é de grande importância para o funcionamento da unidade. Por isso pedimos para quem a levou, que devolva a cadeira com a máxima urgência”, afirmou.

O subsecretário municipal de Saúde, Fábio Mandu, lembrou que o equipamento é usado para o socorro de pessoas idosas ou com grande dificuldade de locomoção. “Fora de uma unidade hospitalar, tem pouco valor. Mas para o trabalho da UPA, essa cadeira é muito importante”, observou. 

Já o secretário municipal de saúde, Rogério Leite, enfatizou que o registro do B.O. é praxe nesse tipo de situação em repartição pública, mas afirmou que também acredita que a cadeira foi levada por engano e que será devolvida sem a necessidade de investigação da Polícia Civil. As informações são da assessoria de comunicação da PMC

PUBLICIDADE