PMs presos por assalto levaram R$ 700 e agrediram morador a coronhadas

Campo Grande News em 15 de Outubro de 2018

Reprodução/Facebook

Douglas foi reconhecido pelas vítimas, vizinhas dele no Jardim Monte Líbano, em Dourados

Os policiais militares Douglas Walker Davalo de Oliveira e Alan Dyones dos Santos Silva, presos quinta-feira passada, são acusados de assaltar uma residência no dia 06 deste mês, no Jardim Monte Líbano, região norte de Dourados, cidade a 233 km de Campo Grande. Os dois PMs usaram de violência e chegaram a agredir a coronhadas o dono da residência, de 30 anos. A mulher, de 32 anos, e a filha do casal, de dez anos, também foram feitas de reféns durante o assalto.

Da residência, os policiais levaram R$ 700 em dinheiro e dois celulares. O que chama a atenção da polícia é que as vítimas eram vizinhas de Douglas Walker. O SIG (Serviço de Investigações Gerais), da Polícia Civil, chegou aos policiais após as vítimas reconhecerem Douglas Walker, que usava um capuz aberto.

Natural de Bela Vista, Douglas foi preso em Campo Grande, para onde tinha sido transferido após ter vários problemas no exercício da função pública em Dourados. Já Alan Dyones estava lotado no destacamento da Polícia Militar no distrito de Itahum. Ele foi preso em Dourados.

Ao Campo Grande News, o serviço de comunicação do Comando Geral da Polícia Militar informou que a corporação não vai se manifestar sobre a prisão dos PMS, mas afirma que “a PMMS não compactua com condutas como essa”.

A Polícia Civil ainda não se manifestou sobre as prisões, já que o caso está em segredo de justiça. A Polícia Militar em Dourados apoiou a ação do SIG para prender os dois policiais. Douglas e Alan estão no presídio militar em Campo Grande por força de mandado de prisão preventiva. Eles são suspeitos de envolvimento em outros assaltos em Dourados.

PUBLICIDADE