Quarta mais antiga do Brasil, Câmara de Corumbá completa 146 anos de instalação

Fonte: Assessoria de Imprensa da Câmara em 17 de Agosto de 2018

A Câmara Municipal de Corumbá celebra nesta sexta-feira, 17 de agosto, 146 anos de instalação. É a quarta mais antiga do Brasil. O ato de criação foi assinado pelo então governador da província de Mato Grosso, Herculano Ferreira Penna, em 1872, após a guerra contra o Paraguai (1864 a 1870) que deixou a fronteira oeste sob domínio inimigo por três anos, até ser retomada pelas forças militares comandada pelo tenente-coronel Antônio Maria Coelho.

Na instalação do Poder Legislativo corumbaense, uma junta especial elegeu José Joaquim de Souza Franco como primeiro presidente. Um ano depois, Joaquim José Gomes da Silva, o Barão de Vila Maria, assumiu o cargo temporariamente. Ele foi presidente também nos anos de 1874 e 1876 e, hoje, a Câmara de Corumbá leva o seu nome, a Casa do Barão de Vila Maria.

Toda essa história está sendo alvo de um trabalho para recuperar o acervo histórico e cultural da Casa do Barão de Vila Maria. Aliás, foi justamente ele, o fazendeiro Joaquim José Gomes da Silva, um dos primeiros coronéis a presidir a Câmara.

Já era conhecido como Barão de Vila Maria, título dado pelo Império em 1862. Ele era um influente político filiado ao Partido Conservador que se envolveu na guerra contra o Paraguai.

O quarto Poder Legislativo instalado no Brasil já foi presidido por militares de várias patentes. Eles comandaram até os anos 20, período de acirrada disputa política com Cuiabá por interesses da burguesia instalada nesse sertão cosmopolita. Os maiores confrontos foram protagonizados pelo Generoso Ponce, senador, coronel e dono de jornais, e a aristocracia cuiabana por Murtinho e pelos Corrêa da Costa.

Em 1900, cinco vereadores assumiram interinamente o cargo. Após a 2ª guerra mundial, a Câmara Municipal teve 35 presidentes, entre os quais uma mulher, a professora Terezinha Baruki.

Dentre as grandes celebridades do mundo político que tem registros em seus anuais, destaca-se o ex-presidente dos Estados Unidos Theodoro Roosevelt, cuja passagem por Corumbá, em 15 de dezembro de 1913, foi comemorada com uma sessão extraordinária da Câmara. Presente ao ato o sertanista Cândido Rondon.

Divulgação

Com 146 anos, Câmara de Crumbá é uma das mais antigas do País

A Câmara hoje

Na atual legislatura, a Câmara conta com 15 vereadores: Evander José Vendramini Duran, presidente; Adelar Chefer dos Santos (Gaúcho da Pró-Art), primeiro vice; Yussef Mohamad El Salla, segundo vice; Manoel Rodrigues Pereira Neto, segundo Secretário; Ubiratan Canhete de Campos (Bira); Irailton Oliveira Santana (Baianinho); André Luiz Pereira Fernandes (André da Farmácia); Domingos Albaneze Neto (Dr. Domingos); José Tadeu Vieira Pereira (Tadeu Vieira); Gabriel Alves de Oliveira; Luís Francisco de Almeida Vianna (Chicão Vianna); Paulo Constante Bertini (Bertini); Roberto Gomes Façanha; Cristóvão Rodrigues dos Santos (Cristóvão Contador), e Carlos Alberto Machado.

Três estão licenciados: Mohamad Abdallah, Antônio Rufo Vinagre e Luciano Costa. Eles estão à frente de três pastas importantes do Poder Executivo: Agricultura Familiar, Turismo e de Desenvolvimento Econômico e Sustentável, respectivamente.

PUBLICIDADE