Escola do Sesi de Corumbá garante vaga na etapa estadual da Olimpíada de Robótica

Da Redação em 06 de Agosto de 2018

Divulgação

Equipe de Corumbá classificada para etapa estadual

As escolas do Sesi de Corumbá, Três Lagoas e Aparecida do Taboado dominaram o pódio da etapa regional da Olimpíada Brasileira de Robótica 2018 e, após as provas de sábado (04), foram classificadas para a próxima fase da competição, que será realizada de 23 a 25 de agosto, em Campo Grande. A exemplo da etapa regional, a etapa estadual da OBR será gratuita e aberta ao público de todas as idades, que poderá acompanhar as emocionantes disputas entre robôs de verdade, avaliações dos jurados e ver de perto como os alunos preparam cada robô para a competição.

No próximo sábado (11), a etapa regional da OBR será realizada em Dourados (MS), na Escola do Sesi, a partir das 08 horas, com a participação de competidores de Maracaju, Naviraí e Ponta Porã. “Aprender a programar, ler algoritmos, se deparar com problemas e encontrar soluções. Tudo isso faz parte da rotina de quem lida com a robótica, área que hoje é considerada estratégica para a indústria e que, desde os primeiros passos, faz parte da grade curricular da rede de escolas do Sesi”, afirmou a analista de educação do Sesi, Glaucia Campos.

Para a analista, a participação na OBR 2018 é resultado da preparação constante dos alunos das escolas do Sesi para serem futuros profissionais capacitados para atuar na nova era da indústria. “A robótica é um caminho importante e lúdico para desenvolver estudantes. Aquele aluno que se desenvolve na robótica está apto a entrar no universo da Indústria 4.0”, concluiu o superintendente do Sesi, Bergson Amarilla. “Essa é uma área fundamental para a formação profissional, por várias razões. A primeira delas é pelo desenvolvimento do raciocínio dos alunos em ciência e tecnologia”, acrescentou.

Pontuação

No sábado, times de escolas públicas e privadas de todo o Estado foram divididos por idade para competir no nível I (5º ao 8º ano do Ensino Fundamental) e nível II (do 9º ano ao Ensino Médio e Técnico) se enfrentarem em provas que envolvem ultrapassar obstáculos, resgatar objetos e concluir trilhas, tudo isso com robôs construídos pelos próprios alunos. Em Corumbá, os times da Escola do Sesi obtiveram a maior pontuação entre as 20 escolas que disputaram as provas e dominaram o pódio do nível II.

As equipes One Shot, Yin-yang e H.A.F.A. receberam as medalhas de ouro, prata e bronze, mas somente as duas primeiras chegarão à etapa estadual, já que somente dois times de cada regional avançam no torneio a cada fase. Já a Escola do Sesi de Três Lagoas foi medalha de prata do nível II, com a equipe Tera Robotic’s Prime, resultado que também garantiu vaga no estadual, enquanto o time Alphadroid, da Escola do Sesi de Aparecida do Taboado, também obteve a mesma colocação, só que no nível I, e disputará a próxima fase.

A Escola do Sesi de Campo Grande também participou da OBR neste sábado com dois times, o Lego Jedi e o Mixers, que não se classificaram para a etapa estadual. Capitão da equipe campeã da regional de Corumbá, a One Shot, o aluno Victor da Silva Luciano destacou a evolução do time em relação ao torneio anterior. “Essa vitória nossa mostra que tivemos uma evolução em relação ao ano anterior, quando ficamos em 2° lugar. Se não fosse o apoio, aulas de robótica e treinamento constante que recebemos não passaríamos por essa evolução”, comemorou.

Da Escola de Campo Grande, o capitão do Lego Jedi, Pedro Henrique Moreira de Araújo, acredita que, mesmo sem a classificação, o aprendizado obtido com a participação nos torneios de robótica é o que vale. “Com a robótica aprendemos a enxergar as coisas de outras formas, pensar fora da caixa, valorizar o trabalho em equipe e sempre aprender com os erros. Nosso robô está melhor, com uma programação melhor, e a lição que fica é essa, de avaliar onde estamos errando para crescer cada vez mais”, acreditou. Com assessoria de imprensa. 

PUBLICIDADE