Lesionado, Douglas Costa deve se recuperar para a Copa, diz Lasmar

Da Redação em 23 de Maio de 2018

O atacante Douglas Costa está lesionado e poderá não jogar o primeiro amistoso do Brasil contra a Croácia, no dia 3 de junho, na Inglaterra. A notícia foi divulgada pelo médico da Seleção Brasileira de Futebol, Rodrigo Lasmar. Ele participou de coletiva na Granja Comary, na tarde desta quarta-feira (23), ao lado do fisiologista Luiz Crescente e do preparador físico Fábio Mahseredjian.

“Não esperem ter o Douglas Costa nos próximos dias, nessa sequência de trabalho. Sua participação no primeiro amistoso ainda é uma situação a ser avaliada. Mas temos tempo para a recuperação do atleta antes do início da competição”, garantiu o médico.

A informação surpreendeu, pois até o momento apenas Neymar e Fagner preocupavam a comissão técnica. Lasmar, porém, garantiu que o jogador terá condições de jogar no início da participação do Brasil na Copa da Rússia, dia 17 de junho, contra a Suíça.

“Da parte médica, nós já previamente sabíamos que teríamos duas situações especiais: a do Neymar e a do Fagner. Tivemos uma surpresa, que foi o Douglas Costa. No último jogo do campeonato italiano, ele se queixou de uma dor na região posterior da coxa. Foi feito um exame de imagem, que constatou uma pequena lesão muscular na região”, disse o médico.

Sobre Neymar, o preparador físico Fábio Mahseredjan disse que a situação não preocupa e que a recuperação está evoluindo bem, embora ele vá ser poupado e se integrar aos poucos ao grupo.

“Daqui a pouco, ele vai entrar em trabalhos com todo o grupo. Como ele vai chegar no dia 17 nós não sabemos. Pois o organismo vai evoluindo dia a dia. A expectativa é grande, é positiva. A evolução dele está muito bem e acima do esperado. Existe a expectativa dele participar dos amistosos”, disse Mahseredjan.

Fagner

Outra preocupação da comissão técnica, o lateral-direito Fagner também está melhorando, segundo Lasmar, mas não há garantia de que ele estará pronto para o primeiro amistoso. O médico, porém,  garantiu que há tempo para o atleta estar em condições de jogo até o início da Copa.

“Ele vem evoluindo de uma lesão na região posterior da coxa. Dentro da expectativa, vem apresentando uma resposta muito positiva. Nós já sabíamos que ele não estaria à disposição para treinos com bola esta semana. Nós temos uma expectativa de que ele, a partir da semana que vem, comece trabalhos de adaptação no campo e, dependendo dessa resposta, poderá, ou não, participar do primeiro amistoso. Não existe hoje uma segurança em relação à essa participação. Nós temos tempo de recuperação do atleta até o início da competição”, declarou Lasmar. As informações são da Agência Brasil.

PUBLICIDADE