Maconha que viria para o Brasil é incinerada depois de ser encontrada dentro de carro abandonado em Quijarro

Lívia Gaertner em 27 de Abril de 2018

A Polícia Boliviana incinerou 344 tabletes de maconha que foram apreendidos na cidade de Puerto Quijarro, que faz fronteira com o Brasil pelo município de Corumbá. As autoridades daquele país acreditam que a droga era de origem paraguaia e que teria como destino o Brasil.

A maconha foi encontrada dentro de um carro abandonado, provavelmente, por problemas mecânicos, na estrada da localidade de Puerto Busch, cerca de 15 quilômetros da cidade de Puerto Suárez, considerada a mais importante dentro da província de Germán Busch.

Reprodução/El Deber

Antes de ser incinerada, os 344 tabletes de maconha foram apresentados à imprensa por autoridades da fronteira

Policiais da Unidade Móvel de Patrulha Rural Oriente, um braço da Polícia Boliviana, descobriram a grande quantidade do entorpecente que estava acomodada dentro de um carro modelo furgão, de cor branca, com placas 1098-NYR. Em checagem de dados, descobriu-se que o veículo pertence à Sociedade Mista 26 de Março de Warnes, província também pertencente ao departamento (Estado) de Santa Cruz.

“Essa substância, de acordo com a lei, deve ser destruída e estamos cumprindo com isso”, declarou o chefe do Estado Maior das Forças Especiais, José Vaca Urey ao jornal El Deber.

A droga foi apresentada a imprensa antes de ser incinerada, momento quando estiveram presentes autoridades de forças policiais antidrogas, fiscais e autoridades fronteiriças, dentre elas, Basilio Villca, fiscal de fronteira, que lembrou que, entre os meses de janeiro e fevereiro deste ano, realizaram-se várias apreensões de drogas na região, sendo a maior ocorrida em 30 de janeiro, quando foram apreendidos 100 tabletes de  cloridrato de cocaína.

PUBLICIDADE