SIG da Polícia Civil prende irmãos que transportavam mais de 2 quilos de cocaína em carro

Ricardo Albertoni em 07 de Fevereiro de 2018

Divulgação/Polícia Civil

Dupla foi presa por tráfico de drogas e associação para o tráfico

Na noite de terça-feira, 06 de fevereiro, equipe do SIG (Setor de Investigações Gerais) da 1ª Delegacia de Polícia Civil de Corumbá, coordenada pelo delegado Rodrigo Blonkowski, responsável pelo cartório de furtos, roubos e tráfico de drogas, flagrou os irmãos Reinaldo Magalhães de Arruda, de 39 anos, e Ronivaldo Magalhães de Arruda, de 33 anos, transportando mais de dois quilos de cocaína em um veículo, na parte alta da cidade.

A ação é resultado de investigações realizadas por cerca de três meses. Segundo a Polícia Civil, informações davam conta de que facções iriam adquirir “amostras” de entorpecentes que seriam levadas para a região nordeste do país, para que fossem "testadas". Caso aprovadas, grande quantidades seria adquirida por estas facções.

Os suspeitos foram abordados enquanto os policiais realizavam diligências na área investigada e avistaram um Fiat Uno cinza, com placas de Campo Grande. Após perceber o nervosismo do condutor do carro, a equipe policial fez acompanhamento tático e deu ordem de parada na rua Edu Rocha, esquina com a Pará, no bairro Jardim dos Estados. Nada foi encontrado com o motorista, Ronivaldo e o passageiro Reinaldo, no entanto, durante busca no veículo, os policiais encontraram dois tabletes de cocaína que estavam no assoalho do lado do passageiro. As duas embalagens pesaram pouco mais de dois quilos de droga (dois quilos e cinquenta e cinco gramas).

No veículo, os policiais também encontraram uma balança de precisão; uma agenda contendo anotações de valores supostamente relacionados ao tráfico de drogas; dois celulares e R$ 655. Havia ainda no interior do carro diversos objetos comercializados por mascates, como roupas de cama e utensílios domésticos. A dupla informou que adquiriu os entorpecentes em Corumbá e entregaria para uma terceira pessoa, mas, não deu mais detalhes.

Eles foram presos por tráfico de drogas e associação para o tráfico e conduzidos até a 1ª Delegacia de Polícia Civil de Corumbá. Segundo o delegado Rodrigo Blonkowski, o valor aproximado da droga apreendida é de R$ 20 mil. Se fosse transportada até os grandes centros, o “lucro" dos traficantes poderia chegar aos R$ 60 mil.

“O entorpecente chega a valer o triplo em grandes centros (cerca de R$ 30.000,00 – trinta mil reais o quilo). Este é o resultado de um árduo trabalho de investigação e dedicação dos Policiais Civis do SIG da Unidade de Corumbá, dando prejuízo e tirando traficantes de circulação na cidade”, afirmou Blonkowski.

Denúncias

O SIG da Polícia Civil atua em parceria com a população através de denúncias anônimas. Qualquer informação pode ser repassada pelo telefone (67) 9 9272-6380 ou pelo e-mail sigcorumba@gmail.com.

PUBLICIDADE