PUBLICIDADE

Júri oficial dá título à Império do Morro e rebaixa A Pesada

Rosana Nunes e Daniela Ramos em 18 de Fevereiro de 2015

Fotos: Anderson Gallo/Diário Corumbaense

Inconformados com notas de alguns jurados, integrantes de agremiações protestaram

A Império do Morro sagrou-se campeã do Carnaval Cultural de Corumbá 2015. A apuração das notas do júri oficial, composto de 18 jurados do Rio de Janeiro e de Corumbá e cuja seleção e contratação são de responsabilidade da Liesco (Liga Independente das Escolas de Samba), causou protestos e até perplexidade em muitos, a começar pelo rebaixamento da bicampeã A Pesada. 

Nove quesitos foram julgados: comissão de frente; mestre-sala e porta-bandeira; samba-enredo; alegorias e adereços; enredo; bateria; harmonia e evolução; ala das baianas e fantasia. Notas baixas dadas em alguns quesitos foram motivo de protesto e palavras de ordem durante a apuração, que acabou com a Império, campeã com 176,9 pontos; Vila Mamona em segundo com 176 pontos; Marquês de Sapucaí, alcançou 175,5 pontos; Mocidade da Nova Corumbá teve 175,3 pontos. A Pesada, com 174,1 pontos e Acadêmicos do Pantanal, com 167,2 pontos estão rebaixadas e desfilam em 2016 no Grupo de Acesso.

A cada nota de quesito apurado, o clima ficava mais tenso, com as torcidas das escolas inflamadas. A apuração nem tinha chegado à metade, quando dirigentes e integrantes da A Pesada se retiraram da passarela do samba e com a confirmação da Império campeã, os ânimos se exaltaram de vez, sendo necessário o presidente da Liesco, Waldir Padilha, ser escoltado por policiais militares.

“O corpo de jurados veio do Rio de Janeiro e se juntou com pessoas de Corumbá, foi feito um trabalho muito criterioso e mais técnico. O que acontece é que tem escola que não sabe fazer a coisa corretamente,  garrafa pet e até carteira de cigarro tinha em cima de carro alegórico. Então, são coisinhas que são observadas pelo corpo de jurados. Na hora do julgamento todo mundo se exalta com o presidente e não é porque eu fui da Império do Morro que veio esse resultado”, afirmou o presidente da Liesco. A justificativa de Padilha não convenceu e o final da apuração foi de muita confusão e xingamentos.

Presidente da Liesco (à esquerda) precisou de escolta da Polícia Militar

“Nós fizemos um desfile altamente técnico e com base no regulamento da Liesco. As notas que recebemos foram desrespeitosas não só à Pesada, mas à população de Corumbá, que é apaixonada por carnaval. É um resultado inadmissível”, falou ao Diário Corumbaense Edenir de Paulo, que integra a diretoria da bicampeã, agora rebaixada para o Grupo de Acesso. Ela ainda agradeceu a solidariedade demonstrada pelos dirigentes de escolas de samba e da população e disse que a agremiação vai decidir que caminho tomar. “Vamos esfriar a cabeça e definir quais medidas jurídicas legais podem ser tomadas”, completou.

O presidente da Mocidade Independente da Nova Corumbá, Luiz Bosco Delgado, também mostrou perplexidade com o resultado da apuração oficial. “Os jurados foram coerentes na avaliação do Grupo de Acesso, mas no Grupo Especial, a discrepância foi muito grande. Em um quesito, um jurado deu 9,9 e o outro deu 9. Depois veio 9,1 e 9,8, não houve coerência no que foi avaliado. A própria Pesada ser rebaixada, foi uma surpresa para todos. Eu nunca vi um resultado tão questionado; é preciso mudar a Liga, as regras, tem que mudar tudo. Nós precisamos é de pessoas com visão crítica e construtiva em prol do carnaval de Corumbá”, observou.

Comentários:

Laura Pinheiro: Sinceramente esses jurados nunca deveriam estar julgando nada... primeiro pq vários deles saiam em escolas como império e vila mamona... deveriam estar ali pessoas neutras... Quanto a Império campeã é vergonhoso, uma escola com uma fantasia que nem luxuosa era... Império já foi boa na época da dona Chaana, agora o que resta da Império são os mercenários, que só sabem acabar com a escola, não é mais uma escola da comunidade. Quanto a Pesada ser rebaixada foi patético, o carnaval de Corumbá abrilhantava com as fantasias lindas de uma escola que presa pela comunidade, que o ano inteiro trabalha junto a comunidade para fazer um carnaval bonito, assim também a Mocidade que ganhou vários esplendores... É uma vergonha uma escola de samba com fantasias de palhas ficarem em 2° lugar... e a Império em primeiro... A população corumbaense sabe que a verdadeira campeã são as duas: PESADA E MOCIDADE... qto a Império deveria ter vergonha e oferecer esse título a Mocidade ou a Pesada, essas duas foram campeãs... Patético essa apuração... e aos jurados deveriam se envergonhar pq vcs nunca forma jurados... e a Liesco é outra que deveria tomar vergonha na cara.

Victor Raphael: Respondendo a sra Laura Pinheiro. Que bom a senhora reparar nas nossas fantasias feitas com base em palha, e não só isso, mas também sisal, ráfia, estopa e outros materiais até simples para um carnaval. O nosso enredo exaltava a mulher negra e buscava raízes na ancestralidade africana. E, convenhamos, não se fala e nem se identifica a África através de plumas pedreiras e paetes somente. A palha tão criticada pela senhora na verdade faz parte da identidade visual do enredo. Mas mesmo assim muito obrigado pela percepção, salientando que em outros aspectos abordados pela senhora tenho opiniões semelhantes.

Laura H. A. Silva: Um absurdo esse resultado! A Pesada, com certeza, teria que ser a vencedora.

ADELMO CORREA DA SILVA: Não sei que critérios tem estes jurados, mas rebaixar A PESADA, ficaram loucos, ao meu ver, foram as melhores fantasias, Alas, o que poderia tirar o título dela poderia ser enredo ou algo do tipo. Mas rebaixar a mais bela na avenida não dá para entender.

Ernesto Vargas de Cespedes: Infelizmente estão acabando com o BRILHO do Carnaval de Corumbá, as escolas de samba estão deixando a desejar, sempre as mesmas fantasias e carro alegóricos que não mudam, está faltando empenho geral se continuar assim o nosso carnaval já era, e ainda mais com esses mandantes da LIGA Carnavalesca é realmente vergonhoso. Antes era menos dinheiro e mais alegria de se fazer CARNAVAL com ALEGRIA e DIGNIDADE, hoje sem comentários infelizmente acabou.

gerson oliveira: senhora laura chaana era homem procure saber antes de comentar kkkkkkkk

ELTON DO VALLE: CARNAVAL VERGONHA 2015!!!!!!

Paula Renata Cafóla: Também fiquei muito indignada com esse resultado vergonhoso. Todo o povo corumbaense está perplexo com tamanha falta de nexo nesse rebaixamento da PESADA e vitória da Império. Absurdo maior nunca se viu!!!!

PUBLICIDADE