PUBLICIDADE

Com incenso e água de cheiro, Afoxé Muzenza Pantaneiro estreia no carnaval

Camila Cavalcante em 07 de Fevereiro de 2013

Ao som das canções da umbanda e candomblé, o Afoxé Muzenza Pantaneiro estreou na passarela do Samba, na noite de quarta-feira (06), com um ritual de purificação, à base de incenso e água de cheiro, que pediu proteção dos orixás ao carnaval corumbaense. Afoxés são os grupos organizados por tendas de candomblé e umbanda que se reúnem com a intenção de difundir e divulgar a cultura afro. O ritmo base do afoxé é o ijexá, que é executado dentro dos terreiros de candomblé, para reverenciar a deusa da beleza, Oxum.

Fotos: Anderson Gallo/Diário Online

Afoxé Muzenza realizou ritual de purificação na passarela do samba de Corumbá

"Conseguimos congregar 15 casas de umbanda e candomblé, não somos muitos, porém, estamos satisfeitos porque conseguimos o nosso objetivo, que é a promoção de nossa religião e divulgação da paz. O ritual de purificação conta com o despacho de Oxum, para que ele abençoe nossos caminhos e nos mantenha purificados nesse período de carnaval e os pais de santos seguiram com o incenso e a água de cheiro, abrindo nossos caminhos. Que todos tenhamos um excelente carnaval e muito ‘axé'. Que nosso exemplo seja seguido, que todos tenham um carnaval consciente, pregando a paz e a união e propagando o axé a todos", disse ao Diário, o babalorixá Deá, da casa Ilê Axé Akueran, de Corumbá, e presidente do Afoxé Muzenza.

O bloco desceu para a Avenida General Rondon, chamando atenção de quem estava ao redor da passarela do samba. Assim como os blocos afros de Salvador (BA), onde se concentra a maior parte de grupos dessa natureza, o Afoxé Muzenza Pantaneiro veio para divulgar a cultura afro-brasileira, quebrando barreiras e preconceitos.

A proposta de criação do bloco afro em Corumbá partiu do grupo de Afoxé Ilê Omo Ayê, de Campo Grande, que em Corumbá foi representado pela vice-presidente da instituição, Ana Cristina Dias, Ekedi há 24 anos. "Estamos felizes por Corumbá ter aceitado nossa proposta de criação e promoção do bloco Afoxé. Viemos de Campo Grande para participar de perto desse início de promoção da fé no carnaval. A cidade foi extremamente receptiva para esse trabalho. Além de Corumbá, as cidades de Três Lagoas, Ponta Porã e Dourados também têm os afoxés", disse.

Integrantes mostraram entusiasmo na estreia do novo bloco

"Entoamos sempre os cânticos de bênçãos e não poderíamos deixar de lado essa referência. Participar dessa primeira manifestação cultural da umbanda e do candomblé é dizer que a nossa cidade respeita a cultura de todos e sempre está de portas abertas para aqueles que quiserem participar de nossos festejos. Na nossa cidade, todos têm espaço", disse Elenir Rachid, da casa de umbanda Pai Oxalá.

Quem acompanhou de perto o Afoxé Muzenza Pantaneiro aplaudiu e apoiou a iniciativa. "A umbanda e o candomblé são crenças que ainda carregam muito preconceito. Ver algo espontâneo, mostrado de perto para a população; ver que estão mostrando a cultura a toda a comunidade, com suas canções, seus rituais, é bonito. Remete a ideia de respeito, de que devemos sempre nos respeitar", disse a dona de casa Anselma Dias, 42 anos. O Muzenza contou com o apoio da escola de samba Marquês de Sapucaí.

Galeria: muzenza

Abrir Super Galeria
Comentários:

GIOVANIA C. ARAUJO: Foi uma pena a ausência das autoridades e a pressão psicológica que sofremos por parte dos policiais militares que tentaram nos intimidar com a questão do horário. Infelizmente nossa Corumbá, apesar de maravilhosa, ainda está a muitos passos de alcançar o verdadeiro sentido do significado "Liberdade de expressão". O preconceito ainda é muito vigente. Porém acreditamos que nossos Orixás nos darão força para dismistificar esse pensamento ainda pré-hitórico de nossa região. Apesar de todas as dificuldades, estamos cientes do dever cumprido e satisfeitos pela mensagem de paz que buscamos multiplicar a todo instante. Modupé Olorum... Axé!!!

Gilson Giordano: Fico felicissimo ao ver a festa que está sendo realizada na "minha" queriada Cidade Branca. Que saudade! Parabéns ao novo Bloco Afoxé Muzenza Pantaneiro que, com certeza além do brilho, da alegria, levou também a paz aos foliões que por certo participarão maciçamente dessa que é uma das maiores festas da Gigante Corumbá.. Parabéns a todos que dela participam... LINDO!!!!

AUREA R.S.PEREIRA: Parabéns a todos pela iniciativa pioneira. A Umbanda e o Candomblé precisam ser divulgados como religião que são e não apenas como uma seita, que muitos acreditam ser. A Nossa religião é maravihosa e precisa ser melhor conhecida, festejada e procurada. Este foi um primeiro passo em mais uma nova direção, e com a fé em nosso Pai oxalá, será o primeiro de muitos que serão dados rumo a vitória contra o preconceito de todo tipo. Serve também para que os demais integrantes de nossa fé percam a vergonha e passem a se orgulhar de externar sua religião para que todos saibam. Quanto aos policiais militares que pressionaram....que ogum, senhor dos exércitos os proteja em sua lida diária e Xangô faça com que sejam sempre justos em seus julgamento para não serem julgados mais. tarde. afinal a nossa religião prega o AMOR, FÉ, PERDÃO, ESPERANÇA, CARIDADE E HUMILDADE. Axé a todos.

PUBLICIDADE