PUBLICIDADE

Preso terceiro envolvido no sequestro e roubo de carro de professora e funcionário da escola Damy

Leonardo Cabral em 24 de Janeiro de 2022

Foto enviada ao Diário Corumbaense

Claudeir foi preso na última sexta-feira (21)

A Polícia Civil prendeu o terceiro acusado de envolvimento no sequestro e roubo ocorrido no dia 05 de janeiro, em Corumbá. A então diretora-adjunta da escola municipal José de Souza Damy, Roseli Nery de Andrade Bento, de 57 anos, e o secretário da unidade de ensino, Renyer da Silva Ovando, de 33 anos, estavam na escola, no horário de trabalho, quando foram rendidos, sequestrados e depois deixados em uma área de mata. 

Claudeir Soares dos Santos, de 22 anos, conforme o delegado responsável pelo caso, Jhonny Garcia Trindade Monteiro, confessou participação no crime. Ele foi preso na última sexta-feira, 21, em uma casa no bairro Guatós, parte alta da cidade, por equipes do SIG (Setor de Investigações Gerais) da 1ª Delegacia de Polícia Civil de Corumbá e da Delegacia de Ladário.

A prisão

A prisão faz parte da terceira fase da investigação, que analisou o circuito interno de segurança do cativeiro, após mandado de busca e apreensão em um espaço de eventos, no bairro Aeroporto, no dia 08 de janeiro. Foi possível identificar e qualificar os demais envolvidos.

Claudeir e os outros dois acusados de envolvimento, Marcell Júnior Marques, de 30 anos, e Rodrigo Matheus Senna da Silva, de 20 anos, estão presos no Estabelecimento Penal Masculino de Corumbá. 

O caso

No dia 05 de janeiro, três assaltantes entraram armados na Escola Municipal José de Souza Damy, na parte alta de Corumbá e renderam os dois servidores, roubando a bolsa e o carro da professora (que hoje é diretora da escola Damy), um Chevrolet Tracker.

Diário Corumbaense

Carro quando foi encontrado pela Diprove, já estava com placas da Bolívia

Os autores vendaram e amarraram as vítimas e as levaram para um cativeiro, até que o veículo fosse atravessado para a Bolívia. Depois de mais de três horas, os servidores da Rede Municipal de Ensino, foram liberados próximo de uma ribanceira, na saída para a BR-262. Eles foram socorridos por um motorista de aplicativo.

Logo na quinta-feira (06), a Direção de Investigação e Prevenção ao Roubo de Veículos (Diprove), recuperou o carro de Roseli, em um campo de futebol abandonado, no bairro Conavi, local afastado da cidade boliviana de Puerto Suárez. O veículo já estava com placas da Bolívia.

A Diprove ainda faz os trâmites legais para a devolução do veículo, que deve acontecer na quarta-feira, 26 de janeiro. 

PUBLICIDADE