PUBLICIDADE

Corumbá registra maior temperatura do ano; sensação térmica foi de quase 50°C

Leonardo Cabral em 20 de Setembro de 2021

Anderson Gallo/Diário Corumbaense

Termômetros registraram máxima de 43,9°C, segundo meteorologista

Corumbá registrou a maior temperatura do ano nesta segunda-feira, 20 de setembro, véspera do feriado municipal dos 243 anos da cidade. A máxima foi de 43,9°C, de acordo com dados da Estação de Meteorologia da Universidade Anhanguera Uniderp e informados pelo meteorologista Natálio Abraão.

Ainda de acordo com ele, a sensação térmica foi de 49° Celsius, ou seja, um “sol para cada morador”, que mesmo acostumado com elevadas temperaturas, vem sofrendo com a onda de calor intenso. 

A umidade relativa do ar chegou a nove por cento. Água Clara, que teve a maior temperatura do País no domingo (19), aparece como a segunda cidade mais quente no Estado, com 43,2°C e sensação de calor de de 48°C.    

Conforme a Estação de Meteorologia da Universidade Anhanguera Uniderp, no Estado, 36 cidades registraram temperatura máxima acima dos 40°C e 39 municípios acima dos 37°C. A umidade média relativa do ar ficou em 12%.

Já o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) informou que a máxima registrada na Estação Automática, distante 100 km de Corumbá, foi de 42ºC e umidade relativa do ar de 11%.

Focos de queimadas

Como se não bastasse o forte calor e a baixa umidade, Corumbá também sofre as consequência das queimadas que seguem consumindo a vegetação no Pantanal.

Equipes do Corpo de Bombeiros Militar e Prevfogo, estão em diferentes áreas combatendo e monitorando os focos de calor. A densa camada de fumaça encobre a área urbana e os ventos trazem fuligem para as ruas e casas.

Até esta segunda-feira (20), Corumbá tem contabilizados 2.016 focos de queimadas em 2021. Em setembro, já são 857 focos de calor, mais da metade do total de focos de queimadas registrados em Mato Grosso do Sul, que foi de 1.420.

Nas últimas 48h, a cidade registrou 175 focos dos 259 contabilizados em Mato Grosso do Sul. 

PUBLICIDADE