PUBLICIDADE

Temporada Virtual do Museu Casa do Dr. Gabi debate temática indígena até 19 de agosto

Fonte: Assessoria de Comunicação da PMC em 05 de Agosto de 2021

Divulgação

Pela plataforma da Casa do Dr. Gabi, no Youtube, é possível acompanhar as atividades

A Prefeitura de Corumbá, por meio da Fundação da Cultura e do Patrimônio Histórico, segue com a Temporada de Inverno 2021: Rodas de Areôtorare, até o dia 19 de agosto. Todas as ações estão sendo realizadas de forma virtual pela plataforma do Youtube da Casa do Dr. Gabi (https://www.youtube.com/channel/UCxPBkozO4nWk-ZJmtHlqBnw), em parceria com a Biblioteca CEU Heloísa Urt.

Neste ano, o evento trouxe como temática as questões indígenas do MS, através de rodas de conversa, contações de histórias, mostra de cinema, artesanato e lançamento de livro.

As mesas acontecem sempre às quintas-feiras, às 19 horas. Já as contações de histórias (todas baseadas em cosmologias indígenas) são lançadas às sextas-feiras (18 horas) e a Mostra de Cinema Indígena, com curadoria da ASCURI (Associação Cultural de Realizadores Indígenas), estará disponível ao público até o final do evento.

Nas Rodas de Areotôrare, estão sendo abordados temas como: o artesanato indígena de MS, territórios e territorialidades dos indígenas em fronteira, a língua como identidade, o audiovisual indígena no MS, Direitos Humanos e povos indígenas.

A inspiração para o tema dessa terceira edição da Temporada de Inverno do Museu Casa do Dr. Gabi veio do livro do corumbaense Lobivar Matos, publicado em 1935. No prefácio da obra o poeta pré-modernista explica: “Areôtorare é palavra de origem indígena: entre os boróros, era todo índio privilegiado na aldeia onde vivia, como profeta, orador, historiador, contador de lendas, etc. À noite, em volta da fogueira assanhada ou à luz do luar, os boróros se reuniam para ouvi-lo. Espichado na areia, uns: outros, acocorados, mas todos atentos, escutavam o verbo do irmão privilegiado, o verbo profético que lhes repetia histórias, que lhes transmitia tradições e que lhes explicava os fatos de maior relevo.”(Areôtorare: poemas boróros, 1935).

Mais informações: Museu Casa do Dr. Gabi – Espaço de Memória: (67) 3907-5269 ou pelo email casadrgabi@gmail.com.

PUBLICIDADE