PUBLICIDADE

Publicada relação de inscritos no processo seletivo simplificado para Agente Social

Fonte: Assessoria de Comunicação da PMC em 18 de Fevereiro de 2021

Publicada no DIOCORUMBÁ de hoje, 18 de fevereiro, a relação das inscrições deferidas e indeferidas do processo seletivo simplificado para contratação de Técnico de Saúde Pública I – Agente Social, para atender as necessidades da Secretaria Municipal de Saúde. De acordo com o Edital nº01/02/2021, foram 277 inscrições, sendo 273 deferidas e 4 indeferidas.

O processo prevê preenchimento total de 04 (quatro) vagas imediatas e outras 02 (duas) vagas para cadastro reserva. Conforme Lei Complementar nº 228, de 26 de junho de 2018, a contratação temporária será de 02 (dois) meses, podendo ser prorrogado por mais 01 (um) mês.

Compete ao Técnico de Saúde Pública I – Agente Social elaborar planos de atividades educativas a partir da implementação do CTA; ter o conhecimento básico do SUS; habilidade de comunicação com as famílias, sensibilidade com questões sociais; ter conhecimento sobre o ECA (Estatuto da criança e adolescentes, Estatuto do Idoso; coordenar projetos e equipes sobre o desempenho dos assistidos, em relação às atividades propostas, realizar grupo, oficinas e palestras, participar de reuniões com a equipe técnica da coordenação do projeto; capacitar in loco com metodologia entre pares, a população de Trabalhadores do sexo, Travestis, pessoas Trans; – ter liderança e sensibilidade com a metodologia entre pares, Trabalhadores do sexo, Travestir, pessoas gay/HSH, Povos de Matrizes de Religião Africana, adolescentes e jovens (com foco em população de fronteira), para formação de multiplicadores em prevenção combinada.

O Agente Social tem a função de auxiliar no processo de fortalecimento do vínculo paciente-sociedade-sistema único de saúde, propiciando segurança e bem-estar aos indivíduos e/ou famílias em situação de risco/vulnerabilidade social, estreitando os laços entre o paciente pertencente a população-chave e/ou prioritária e os serviços de prevenção combinada do HIV/Insta ofertados pelo SUS. Agindo com função de potencializar parcerias com a sociedade civil para a construção de estratégias de prevenção de base comunitária e educação de pares, sendo coordenado e capacitado pelo CTA João de Brito.

PUBLICIDADE