PUBLICIDADE

Patrão viaja, funcionários não se entendem e "saem" no tapa

Leonardo Cabral em 15 de Fevereiro de 2021

Mulher de 27 anos, que trabalha em uma lanchonete, localizada na rua Duque de Caxias, entre os bairro Popular Velha e Nossa Senhora de Fátima, foi até a Delegacia de Polícia Civil de Corumbá, denunciar que foi agredida por dois colegas de trabalho, que são irmãos, autora de 28 e individuo de 27 anos. O caso aconteceu por volta das 23h30, deste domingo, 14 de fevereiro.

A vítima contou que o patrão viajou no sábado (13) e deixou funções delegadas aos funcionários, porém, a companheira de trabalho, de 28 anos, passou a dar outras “ordens” que não correspondiam com as quais foram dadas pelo proprietário e, por conta da situação, ela foi embora mais cedo neste dia.

No entanto, no domingo, ela afirmou que estava trabalhando, quando, novamente a autora, com quem diz nunca ter se dado bem, começou a dar ordens, provocando-a, falando que ela não estava fazendo nada. A vítima resolveu ir embora, mas a acusada foi para cima dela, puxou o seu cabelo e deu socos em seu rosto.

Ainda de acordo com a mulher, para se defender, segurou a agressora pelo cabelo e foi então que o irmão dela, que também trabalha na lanchonete, entrou na briga e puxou o cabelo da vítima. Após a confusão, a agredida foi embora.

Durante o registro do boletim de ocorrência 663/2021, na Delegacia de Polícia Civil, a mulher disse que estava com dores no braço esquerdo, com calos na testa e cabeça e ficou com o olho esquerdo roxo. Ela ainda afirmou que deseja representar criminalmente contra os autores. 

PUBLICIDADE