PUBLICIDADE

Corumbá lança segundo edital do Fic/Pantanal - Lei Aldir Blanc

Da Redação em 05 de Novembro de 2020

A Prefeitura de Corumbá, por meio da Fundação da Cultura e do Patrimônio Histórico, lançou na última terça-feira (03) o Edital nº 002/2020 – FIC/Pantanal – Lei Aldir Blanc. O objetivo é contemplar a produção cultural corumbaense em suas mais diversas manifestações, por meio de premiação à execução de atividades digitais, fomentando e incentivando artistas, produtores, grupos e expressões artísticas e culturais corumbaenses, de maneira que atenda a proposta emergencial e humanitária da Lei Aldir Blanc nº 14.017/2020.

O primeiro Edital, lançado no início de outubro, premiou 117 agentes culturais inscritos e beneficiará 156 trabalhadores da cultura corumbaense. O recurso utilizado somou R$ 184 mil reais dos R$ 548.277,60 programados para cumprir o Plano de Ação aprovado pelo Ministério do Turismo, órgão repassador dos recursos ao Município.

O segundo Edital pretende beneficiar, pelo menos, 317 trabalhadores/as da cultura corumbaense, com os R$ 364.277,60 (trezentos e sessenta e quatro mil, duzentos e setenta e sete reais e sessenta centavos) que foram destacados para cumprir a obrigatoriedade do inciso III (do artigo 2º) da Lei Aldir Blanc.

“A ideia continua sendo a de beneficiar o maior número possível de artistas e agentes culturais, dentro do prazo previsto na Lei Aldir Blac. O Conselho de Cultura aprovou o lançamento do segundo edital, para que a gente possa ocupar o recurso que sobrou do primeiro. São mais de 364 mil reais que podem alcançar as mãos dos nossos trabalhadores e trabalhadoras da cultura”, informou Joilson Cruz, Diretor-Presidente da Fundação da Cultura e do Patrimônio Histórico.

Seguindo o mesmo modelo do primeiro, a execução do edital será feita a partir de Eixos, conforme especificado no art. 18 da normativa, abrangendo diferentes áreas de atuação cultural, segmentadas em setores, com definições de objetos, especificações de produtos culturais a serem entregues e valores de premiações distintos.

Para nove, dos dez eixos, os agentes culturais deverão entregar, no ato da inscrição, um vídeo amador, com aproximadamente 5 minutos de duração, contando sua trajetória cultural e envolvimento com a comunidade corumbaense ou, em alguns casos, a gravação, também amadora, deve conter uma apresentação artística (solo, dupla ou em pequenos grupos). 

“Como passamos por dificuldades com conexão de internet nas inscrições do primeiro Edital, optamos por priorizar a entrega de documentação de forma presencial. Porém, quem preferir se inscrever através do formulário eletrônico, também é possível. A equipe da Fundação da Cultura que está responsável pelas inscrições atenderá no Museu Casa do Dr. Gabi (rua Cuiabá, nº 1181, esquina com a rua 15 de Novembro), nos períodos matutino e vespertino, inclusive neste sábado (dia 07/11)”, ressaltou o vice-presidente do Conselho Municipal de Cultura e  Gerente de Fomento e Difusão da Fundação da Cultura e do Patrimônio Histórico de Corumbá, José Gilberto Rozisca.

Todo o material – edital, link para inscrição virtual e modelos de documentos – está disponível na página http://culturacorumba.blogspot.com. Com informações da assessoria de imprensa. 

PUBLICIDADE