PUBLICIDADE

Justiça Eleitoral inicia carga e lacração de mais de 300 urnas eletrônicas em Corumbá e Ladário

Leonardo Cabral em 05 de Novembro de 2020

Leonardo Cabral/ Diário Corumbaense

Processo iniciou nesta quinta-feira na sede do Cartório da 7ª ZE de Corumbá

Começaram nesta quinta-feira, 05 de novembro, a carga e lacração das urnas eletrônicas que serão disponibilizadas nas seções de votação, nas Eleições Municipais 2020. O trabalho começou pela 7ª Zona Eleitoral, que concentra a maior parte dos eleitores de Corumbá. O início do procedimento foi acompanhado pela juíza eleitoral, Luiza Vieira Sá de Figueiredo e o promotor Marcos Martins de Brito.

“Aqui estamos em uma etapa importante para a transparência do processo eleitoral. Temos o momento da carga, onde inserimos dados dos candidatos que disputam o pleito e dos eleitores da seção específica. Depois, todos os compartimentos da urna eletrônica são lacrados, para evitar qualquer tipo de violação”, explicou Anselmo Nina Junior, chefe do cartório da 7ª Zona Eleitoral.

Ele ainda ressaltou que esse processo corresponde apenas ao da 7ª Zona Eleitoral. "Temos 143 urnas eletrônicas de seção, ou seja, seções em funcionamento e também 21 em contingência, para suprir qualquer eventualidade”, revelou Anselmo frisando que ao todo a 7ª Zona conta com 164 urnas. “Após lacradas e carregadas, elas permanecem guardadas até a retirada na próxima semana pelos presidentes de mesas", completou.

Para a juíza Luiza Vieira Sá de Figueiredo, o processo é de extrema importância, reforçando também a questão da transparência para o processo eleitoral. “Aqui estamos acompanhando a legitimidade do processo eleitoral e ao longo da semana vamos seguir preparando as urnas. Existem estratégias e etapas que precisam ser cumpridas, mas as mídias estarão nas urnas que só vão funcionar no dia da eleição”, ressaltou a juíza.

Ao Diário Corumbaense, a magistrada reforçou a segurança no dia da votação. “Estamos operacionalizando, semana que vem, uma reunião com todas as polícias responsáveis sobre logística, principalmente na véspera e no dia da eleição, garantindo a segurança e a tranquilidade do eleitor ao sair de casa, para exercer a sua cidadania na escolha dos seus representantes”, mencionou.

Conferência dos dados

Logo depois do processo de carga na primeira urna eletrônica, foi feita uma auditoria para conferir os dados dos eleitores e dos candidatos.

Leonardo Cabral/ Diário Corumbaense

Auditoria também foi feita para conferência dos dados nas urnas

"Serve para ver se está tudo certinho, conforme os dados inseridos. Liberamos eleitores e conferimos os candidatos, onde realizamos uma simulação de votação. Uma vez concluída, a urna é lacrada com etiquetas que foram impressas pela Casa da Moeda e vão fazer parte da documentação de todo o processo”, disse Willian Maciel do Tribunal Regional Eleitoral do Estado que foi responsável pelos procedimentos na urna eletrônica testada.  

Até esta sexta-feira (06), a carga e lacração das urnas eletrônicas da 7ª Zona Eleitoral, devem ser concluídas.

Já nos dias 12 a 14 de novembro, das 08h às 19 horas, também na sede do cartório, as urnas eletrônicas, bem como os materiais de votação, serão entregues aos presidentes das mesas receptoras de votos. As urnas vão ligadas pelo cartório na data da entrega, para conferência, em momento anterior à efetiva entrega ao presidente de mesa.

Na 50ª Zona Eleitoral

Os procedimentos de carga, lacração e conferência das urnas eletrônicas da 50ª Zona Eleitoral – que abrange Ladário, além de parte de Corumbá – serão realizados nos dias 08 e 09 de novembro, das 08h às 20h, na sede do Cartório da 50ª Zona Eleitoral. Ao todo são 127 urnas eletrônicas e 37 contingências. São 81 seções em Corumbá e 46 em Ladário.

Leonardo Cabral/ Diário Corumbaense

Urnas da 50° Zona, passarão pelo mesmo processo nos dias 08 e 09

Já a entrega dos materiais de votação, será entre os dias 11 a 14 de novembro, das 08h às 20h, também na sede do cartório eleitoral, conforme determinação do juiz Marcelo da Silva Cassavara.

Candidatos a prefeito

Corumbá tem seis candidatos a prefeito, conforme o sistema do Tribunal Superior Eleitoral, sendo eles: Anísio Guilherme da Fonseca, do PSOL (chapa pura); o vereador Gabriel Alves de Oliveira, do PSD, com a coligação “Corumbá, quem ama leva a sério”; Elano Holanda de Almeida, do PSL (chapa pura); Joseane Garcia de Souza Boabaid, do PRTB (chapa pura); o atual prefeito Marcelo Aguilar Iunes, do PSDB, com a coligação “Juntos por Corumbá” e o ex-prefeito Paulo Roberto Duarte, do MDB e coligação “Corumbá merece respeito”.

Joseane está com o registro indeferido pela Justiça Eleitoral por não ter cadastrado o novo candidato a vice-prefeito dentro do prazo. O partido recorreu e enquanto isso, ela continua com a campanha e vai constar na urna de votação.

Corumbá tem 70.238 eleitores aptos a votar. A 7ª Zona Eleitoral tem 45.563 eleitores e a 50ª Zona, 24.675 votantes. É a quarta cidade de MS com maior número de eleitores.

A votação do primeiro e segundo turnos, para cidades com mais de 200 mil eleitores é nos dias 15 e 29 de novembro. Em Mato Grosso do Sul, apenas Campo Grande pode ter segundo turno.

PUBLICIDADE