PUBLICIDADE

Comitê emite alerta e lembra população que a pandemia não acabou

Campo Grande News em 20 de Outubro de 2020

Comitê Estadual do Fórum do Judiciário para a Saúde, emitiu um alerta para Mato Grosso do Sul sobre a pandemia de covid-19, que ainda não acabou apesar da queda registrada nos últimos dias na medida móvel dos óbitos pela doença no Estado.

Formado por 17 entidades, o comitê pede que a população se mantenha atenta às medidas de biossegurança, considerando que  diversos países da Europa e de outras regiões do planeta estão enfrentando a chamada segunda onda da pandemia.

“A manutenção das medidas de segurança é vital para diminuir o risco de um aumento expressivo dos casos de infecção a exemplo dos países que estão registrando a segunda onda de contágio”, disse parte do alerta.

Diante ad preocupação com um novo aumento nos casos, o comitê então convoca a população do Estado para que mantenha as medidas previstas nos decretos estaduais e municipais como distanciamento social.

“Fiquem em casa e, quando precisarem sair, usem sempre máscara de proteção facial. Em especial, neste período de campanha eleitoral e que antecede a celebração do Dia de Finados, no dia 02 de novembro, e das Eleições Municipais 2020, programadas para o dia 15 de novembro, alertamos a população para intensificar os cuidados de prevenção e evitar a participação em eventos que causem aglomeração de pessoas”, continua o texto.

O comitê ainda lembra que não só para comparecimento nas urnas, mas para as demais situações em que precisem estar com outras pessoas, a população deve manter sempre a distância segura de no mínimo 1,5 metro, seja nas filas ou outros locais. Além das medidas de higiene e etiqueta social e demais medidas recomendadas pelas autoridades sanitárias.

O alerta também pede que pais e responsáveis levem os filhos para os postos de vacinação até dia 30 de outubro para serem imunizados na campanha nacional de multivacinação do Ministério da Saúde que visa atualizar a caderneta de vacinação das crianças e adolescentes.

“Cumprir com responsabilidade social as recomendações das Autoridades Sanitárias é fundamental para a superação da Pandemia de Covid-19 e evitar que o Estado de MS enfrente uma nova onda preocupante de elevação acentuada do número de infectados”, termina o alerta.

Assinaram o documento o TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), MPMS (Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul), MPF (Ministério Público Federal), Justiça Federal de Mato Grosso do Sul, Defensoria Pública de Mato Grosso do Sul, Defensoria Pública da União, Superintendência Estadual do Ministério da Saúde, Alems (Assembleia Legislativa), Sesau (Secretaria Municipal de Saúde), PGM (Procuradoria Geral do Municipio), SES (Secretaria de Estado de Saúde), PGE (Procuradoria Geral do Estado), TCE (Tribunal de Contas do Estado), Câmara Municipal de Campo Grande, OAB (Ordem dos Advogados do Brasil seccional Mato Grosso do Sul), Natjus (Núcleo de apoio técnico saúde pública do TJMS) e Cosems (Conselho de Secretários municipais de Saúde do Estado).

PUBLICIDADE