PUBLICIDADE

Corumbá teve queda nos casos confirmados e óbitos de covid-19 em 14 dias, diz Secretaria

Da Redação em 09 de Outubro de 2020

Corumbá registrou queda no número de casos confirmados e nos óbitos provocados pela covid-19 durante a semana epidemiológica 40, que foi de 27 de setembro a 03 de outubro. De acordo com os dados da Secretaria Municipal de Saúde, a quantidade de infectados pelo novo coronavírus caiu de 215 na semana 39 para 169 no último levantamento, evidenciando uma redução de 22%.

Já a quantidade de óbitos saiu de 9 para 6 na semana 40, uma redução de 33,3%. Os números foram apresentados à Secretaria Estadual de Saúde (SES), mas acabaram sendo desconsiderados na elaboração do Programa de Saúde e Segurança na Economia (Prosseguir). Por esta falha, o documento – que apresenta diagnóstico e recomendações para ações integradas nas áreas de saúde – classificou a cidade pantaneira como bandeira vermelha.

O secretário de Saúde de Corumbá, Rogério Leite, já entrou em contato com as autoridades estaduais para que os dados sejam corrigidos. Segundo o secretário, o Município não recebeu pontuação em dois itens que interferem diretamente nos indicadores. A correção deve elevar a nota da cidade de 47,06 para 70,06, sendo classificada como bandeira amarela e não vermelha.

Boletim 

O boletim municipal Covid-19 divulgado na tarde de quinta-feira, 08 de outubro, apontou dois novos óbitos provocados pela doença nesta semana: uma mulher de 66 anos, com hipertensão arterial sistêmica, falecida na quarta-feira, dia 07; e outra mulher, de 73 anos, que morreu no dia 05, segunda-feira. Agora são 139 as vítimas fatais do coronavírus no município. 

Em Corumbá, 20.695 pessoas já foram testadas, com 4.273 casos positivos. A média móvel de confirmações da doença tem caído desde o dia 29 de setembro, quando houve 36 diagnosticados. No último dia 07, foram 24 casos confirmados. Já o número de casos confirmados segue subindo. Foram 4.273 até ontem (08); destes, 3.993 já estão recuperados. 

No CTI exclusivo da covid-19, 61% dos leitos estão desocupados. Nos leitos clínicos, a taxa de ocupação é de 78,3%. A Secretaria Municipal de Saúde reitera que, para contenção da transmissibilidade do novo coronavírus, deverão ser adotadas como medida não farmacológica:

- O isolamento domiciliar da pessoa com sintomas respiratórios e das pessoas que residam no mesmo endereço, ainda que estejam assintomáticos, devendo permanecer em isolamento pelo período de 10 (dez) dias;

- As pessoas com mais de 60 anos de idade, devem observar o distanciamento social, restringindo seus deslocamentos para realização de atividades estritamente necessárias, evitando transporte de utilização coletiva, viagens e eventos esportivos, artísticos, culturais, científicos, comerciais e religiosos e outros com concentração próxima de pessoas;.

- Observância ao decreto municipal nº 2.287 de 17 de abril de 2020 em relação ao toque de recolher diário e a obrigatoriedade do uso de máscara facial, conforme Decreto N°2.300, em 05 de maio de 2020.

Com informações da assessoria de imprensa. 

PUBLICIDADE