PUBLICIDADE

Com mais 20 mortes, MS bate recorde e uma pessoa é sepultada a cada 03h20 em julho

Campo Grande News em 21 de Julho de 2020

Depois de lentidão no repasse de dados do fim de semana, a terça-feira chega com novo recorde de mortes em Mato Grosso do Sul. São 20 desde o boletim de ontem, 248 no total, uma média de 7,5 vítimas por dia. No Estado, 1 pessoa é sepultada a cada 3 horas e 20 minutos. Julho já registra 158 sepultamentos em decorrência da pandemia, mais que o dobro das mortes de junho (76). 

Novamente, Campo Grande é recordista em óbitos neste boletim, com 7 vítimas. Desde ontem, foram registradas as mortes de 5 homens, entre 56 e 87 anos. O mais novo, inclusive, era o único que não possuía nenhuma comorbidade relatada. Além deles, duas mulheres, de 84 e 81 anos, também não resistiram à doença e faleceram na Capital.

Em Dourados, dois homens de 56 e 70 anos, ambos obesos, morreram. Em Corumbá, tanto um homem diabético e hipertenso, de 71 anos, quanto uma mulher hipertensa, de 77, morreram.

Em Sidrolândia, homens de 64 e 71 anos, ambos com doença cardiovascular crônica e diabetes, vieram a óbito.

Também estão no registro de hoje mortes em Três Lagoas, de uma mulher, de 67 anos; em Ponta Porã, uma mulher, de 77; em Paraíso das Águas, uma mulher, de 62; Em Itaquiraí, uma mulher, de 44; em Rio Negro, um homem, de 65; em Rio Verde do Mato Grosso, um homem, de 81; e em São Gabriel do Oeste, uma mulher, de 69.

A secretária-adjunta de Saúde, Christinne Maymone lembra também das internações que avançam de forma preocupante. Ontem eram 168 pessoas em UTIs, hoje são 177, quase 10 a mais.

"As pessoas ficam tempo muito grande ocupando leito de UTI. Fica aí a nossa preocupação, dividida com você, que é quem pode nos ajudar", afirmou durante transmissão da live desta terça-feira (21).

Reprodução

Dados de hoje do boletim epidemiológico

PUBLICIDADE