PUBLICIDADE

Transmissão da Covid pelo ar aumenta responsabilidade coletiva para o enfrentamento à doença

Portal de Notícias de MS em 09 de Julho de 2020

A Organização Mundial de Saúde (OMS) reconheceu a transmissão do novo coronavírus pelo ar. Reforçando mais do que nunca a importância da responsabilidade coletiva nas medidas de enfrentamento à doença, como isolamento e distanciamento social, uso adequado de máscaras e higiene das mãos.  

O crescente número de estudos e testes que mostram que a transmissão do vírus da covid-19 também ocorre por via aérea, principalmente em ambientes fechados, com aglomeração de pessoas e pouca ventilação, levou a OMS a não descartar essa possibilidade.

Por enquanto Mato Grosso do Sul segue na contramão e continua registrando taxas de isolamento bem abaixo do recomendado de 70%. Nesta quarta-feira (08) a taxa de isolamento social mapeada no Estado foi de 38,1%, índice um pouco melhor que os demais dias da semana para o mês, e que pode ser atribuído as baixas temperaturas.

Epicentro da doença no estado, Campo Grande também vem mantendo o ritmo de vida normal. O índice de pessoas que permaneceram em casa nesta quarta foi de 37,2%, o que coloca a Capital como o 2° pior índice do país. 

No interior sul-mato-grossense as taxas mapeadas para este dia variam entre 23,3% registrado em Rio Negro a 61,8% em Japorã. Em Corumbá, a taxa foi de 40,1% e Ladário, 41,3%. Confira aqui a lista completa.

Coronavírus em números

A baixa adesão ao isolamento social no Estado tem refletido no aumento de casos. Boletim oficial da Secretaria de Estado de Saúde (SES) apresentado nesta quinta-feira (09) confirmou mais 608 infectados pela doença e dois óbitos nas ultimas 24 horas, totalizando 11.671 casos confirmados e 136 vidas perdidas para a doença. O detalhamento do boletim e todas as informações relacionadas à pandemia estão disponíveis no site www.coronavirus.ms.gov.br

PUBLICIDADE