PUBLICIDADE

Prefeitura já instalou 7,3 mil lâmpadas de LED em Corumbá

Da Redação em 25 de Junho de 2020

Divulgação

Tecnologia LED tem vida útil maior e consome menos

De outubro de 2017 até hoje, a Prefeitura de Corumbá já substituiu 7.300 lâmpadas incandescentes e fluorescentes por lâmpadas de LED. Muito mais moderno e econômico, o sistema ainda melhora a segurança pública e gera menos danos ao meio ambiente. O novo tipo de iluminação favorece a visão humana e tem vida útil bem maior.

Dados da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos comprovam que o consumo com iluminação pública caiu de quase 500 kwh (quilowatt-hora) para 389,4 kwh (quilowatt-hora) após a implantação dos novos sistemas. A economia de 20% considera apenas as 6.250 lâmpadas de LED cadastradas até dezembro do ano passado.

Com as substituições feitas neste ano, a economia será ainda maior e deve chegar perto dos 30%. Quando foi lançado pelo falecido prefeito Ruiter Cunha, o projeto previa a substituição de 8.332 lâmpadas, número fornecido na época pela Energisa. Entretanto, o levantamento feito pela empresa concessionária não previa as praças, o Porto Geral, o Centro de Convenções e a avenida Rio Branco.

Com a inclusão dessas áreas, a quantidade de lâmpadas que serão substituídas subiu para 11.263 unidades. Por isso, o contrato precisou ser aditivado pelo Poder Público Municipal, chegando ao valor final de R$ 23,7 milhões. Considerando esse aditivo, o trabalho já teve 64,8% do cronograma executado. O prazo para conclusão termina em 2022.

Até agora a Prefeitura pagou R$ 13,6 milhões pelo serviço executado, o que representa 57,6% do total. Apesar da inclusão dos novos pontos de luz, o prazo para conclusão da substituição não foi estendido. O projeto, inclusive, está à frente do que foi projetado inicialmente pela Prefeitura. 

Todo o parque de iluminação com LED terá seus pontos com georreferenciamento, que permite relatório de todo o consumo de cada ponto do parque e, assim, obter controle melhor da eficiência do sistema. A tecnologia LED tem vida útil bem maior que a empregada atualmente na iluminação pública e consome menos. 

O consumo mensal do parque de iluminação municipal é de 480 mil quilowatts. Com a troca de todas as lâmpadas pela nova tecnologia, o consumo ficará em 200 mil quilowatts. Só com a troca de lâmpadas, o Município pode ter uma economia de R$ 134 mil mensais.

PUBLICIDADE