PUBLICIDADE

Coronel Waldir Acosta deixa Comando da PM e destaca redução no índice de criminalidade na sua gestão

Portal de Notícias do Governo de MS em 23 de Maio de 2020

Saul Schramm/Governo do Estado

Transmissão de cargo obedeceu a todos os protocolos de segurança e às normas estabelecidas pela OMS e pela Secretaria de Estado de Saúde

O coronel Marcos Paulo Gimenez, de 46 anos, assumiu do coronel Waldir Ribeiro Acosta, de 56 anos, o Comando Geral da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul nesta sexta-feira (22). A cerimônia da passagem de comando não contou com convidados em razão da pandemia da Covid-19. Durante o discurso de despedida, Acosta destacou que um dos seus maiores marcos durante os três anos à frente da PM foi a redução do índice de crimes no Estado.

“Conseguimos fazer a redução criminal que é muito importante para a nossa sociedade. De 2018, dos 12 itens aferidos, 11 tiveram redução criminal. Em 2019, de 12 itens aferidos, 12 tiveram redução. Tudo isso, ocorreu graças ao trabalho em conjunto da Polícia Militar e da Polícia Civil com apoio dos Corpo de Bombeiros Militar. É um trabalho em conjunto da Sejusp e da PM, dos policiais que estão na linha de frente fazendo a diferença diuturnamente”, pontuou o agora, ex-comandante geral da PM que segue para a reserva.

Coronel Waldir ainda fez questão de falar sobre a transparência na corporação e do o apoio que sempre teve do Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco). “Tivemos o fortalecimento das nossas Relações Públicas, PM5, da Corregedoria da corporação e da Ouvidoria”. O oficial enfatizou também o sucesso nas operações, que resultaram no “aumento nas prisões, recordes de apreensões de drogas, contrabando e descaminho e, principalmente, no contrabando de cigarros”.

Representando o governador do Estado, Reinaldo Azambuja, o secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), Antonio Carlos Videira, destacou o compromisso do ex-comandante com Mato Grosso do Sul. “Tenho certeza que você teve muitos desafios, mas o compromisso que teve com a tropa mostrou capacidade para conduzir de forma técnica, os trabalhos da segurança pública do Mato Grosso do Sul. Tem a minha gratidão por tudo que fez pela nossa população, principalmente, pelo seu trabalho que teve muito suor e muita dor, mas manteve sempre o compromisso, sobretudo com a família sul-mato-grossense”.

Mesmo não estando presente, em razão da pandemia de Covid-19, o governador Reinaldo Azambuja enviou vídeo ao qual agradeceu os bons resultados conquistados pelos servidores da Segurança Pública e fez um agradecimento especial ao coronel Waldir Ribeiro Acosta. “Quero agradecer a você, Waldir, a toda a sua equipe, aos seus colaboradores que trabalharam com você durante esse longo período, principalmente pela seriedade na condução dos trabalhos, pela responsabilidade e principalmente pelos bons resultados que todos nós colhemos”.

Reinaldo Azambuja deu boas-vindas ao novo comandante geral da PM, coronel Marcos Paulo, e destacou que ele, junto com a sua nova equipe constituída, “continue mantendo os bons níveis que nós tivemos e aprimorando para que nós, com certeza, possamos ter uma das melhores seguranças públicas de todo o Brasil”.

Também nesta sexta-feira, o coronel Renato dos Anjos Garnes foi nomeado subcomandante geral da PM, substituindo o coronel Edmilson Lopes da Cunha, que ocupava o cargo na gestão do coronel Waldir Acosta.

A transmissão de cargo obedeceu a todos os protocolos de segurança e às normas estabelecidas pela OMS e pela Secretaria de Estado de Saúde.  

PUBLICIDADE