PUBLICIDADE

Dinheiro apreendido com dupla na BR-262 foi furtado de casa de câmbio da Bolívia

Leonardo Cabral em 03 de Março de 2020

Diário Corumbaense

Imagens mostram momento em que os brasileiros estavam na casa de câmbio para levar o dinheiro

Os 431 mil reais apreendidos com dois homens, um de 39 anos e outro de 42 anos, na noite de domingo (01), não eram para comprar droga, mas foram furtados de uma casa de câmbio na fronteira de Corumbá com a Bolívia. 

O montante, R$ 120 mil e 69,786 mil dólares, estava em poder da dupla junto com chaves michas (10 unidades). À equipe do Batalhão de Choque da Polícia Militar - que fez a apreensão e prisão - eles disseram que o dinheiro seria para comprar cocaína do lado boliviano. Porém, em novo depoimento, acabaram revelando que todo o dinheiro havia sido furtado.

“Eles haviam falado que o dinheiro seria para comprar droga, depois alegaram que vieram com o dinheiro de São Paulo e iriam até o Peru, para comprar roupas, mas como viram que a Receita Federal estava fazendo fiscalização, resolveram voltar. No entanto, após o proprietário da casa de câmbio, que é boliviano ficar sabendo sobre o dinheiro apreendido, veio até Corumbá, para informar que todo o montante foi furtado de sua casa de câmbio e diante das imagens apresentadas, os dois presos acabaram revelando que entraram no local e pegaram todo o dinheiro”, explicou ao Diário Corumbaense o delegado responsável pelo caso, Luca Venditto Basso.

Ainda segundo os detidos, que têm passagens pela Polícia por roubos e furtos em São Paulo, eles utilizaram chaves michas, para entrar na casa de câmbio, por volta das 22h de domingo (01) e logo depois do furto, vieram para Corumbá, onde embarcaram no ônibus de viagem às 23h59, no terminal Rodoviário, com destino à Campo Grande, quando então, foram parados pela equipe do Batalhão de Choque da PM, durante a Operação Hórus, no Posto Fiscal Lampião Aceso, na BR-262.

Diário Corumbaense

Todo o dinheiro foi apreendido pelo Choque da PM na BR-262

O boletim de ocorrência 1317/2020, o qual a reportagem deste Diário teve acesso, informa que um boliviano, de 44 anos, se apresentou como proprietário da casa de câmbio na fronteira disse que o prédio havia sido arrombado na noite de domingo (01) e que o dinheiro havia sido levado. O furto só foi percebido quando ele chegou às 06h de segunda-feira (02) e encontrou a porta arrombada com um pé-de-cabra.

O estrangeiro ainda disse que os cofres estavam arrombados e revirados, momento em que constatou que foram levados os cerca de R$ 400 mil, sendo 350 mil em moeda boliviana e 100 mil dólares. De acordo com o proprietário, imagens das câmeras de segurança, mostraram que a dupla de brasileiros havia entrado no estabelecimento e furtado a quantia. Eles tentaram desligar o monitoramento, mas foram flagrados pelas imagens.  

Ao saber da prisão pelos noticiários, o dono da casa de câmbio foi até a Polícia Civil de Corumbá para informar o que havia acontecido e apresentou as imagens. 

A intenção do boliviano é recuperar todo o dinheiro, porém, segundo o delegado Luca, somente a Justiça deve determinar se o dinheiro será restituído. Já os dois presos devem passar por audiência de custódia.

PUBLICIDADE