PUBLICIDADE

Bandeira tarifária das contas de luz em dezembro será amarela, mas consumidores devem ficar atentos

Da Redação em 30 de Novembro de 2019

As contas de luz do Brasil terão bandeira tarifária amarela em dezembro, com cobrança adicional de 1,343 real para cada 100 quilowatts-hora consumidos, informou a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

A presidente do Conselho dos Consumidores da Área de Concessão da Energisa MS (Concen), Rosimeire Costa, alerta: “os consumidores devem estar atentos à utilização da energia elétrica, adotar hábitos racionais. Embora a bandeira esteja amarela, um custo inferior à da vermelha, dezembro é um mês de calor intenso, estamos em pleno verão, é preciso ficar atento especialmente aos encargos que estão relacionados ao consumo de cada unidade, são escalonados por faixa de consumo”.

Algumas dicas são conhecidas dos consumidores, como apagar a luz ao sair de um ambiente, usar lâmpadas fluorescentes compactas; preferir a luz natural durante o dia e desligar o chuveiro enquanto se ensaboa.

Outras orientações não são tão conhecidas, como a pintura de paredes internas e teto com cores claras, que refletem melhor a luz natural. A Aneel também aconselha a não reaproveitar a resistência do chuveiro queimada, porque, além de perigosa, a prática aumenta o consumo de energia.

Na cozinha também é possível economizar energia. A geladeira deve ser aberta o mínimo de vezes possível, retirando todos os itens de uma só vez. Os alimentos não devem ser guardados quentes e o eletrodoméstico não deve ter as prateleiras forradas, porque isso aumenta o consumo de energia. A borracha da porta da geladeira deve ser mantida em boas condições, porque veda o interior do refrigerador, evitando um maior consumo de eletricidade.

Na área de serviço, uma das dicas é acumular o máximo de roupas possível para lavar de uma só vez na máquina e usar pouco sabão, para não ter que enxaguar a roupa várias vezes. O mesmo vale para o ferro de passar, que deve ser ligado para passar mais roupas da mesma vez, pois o aparelho consome muita energia cada vez que é ligado. Além disso, o ferro deve ser regulado de acordo com a temperatura indicada para cada tecido. 

Ao comprar um eletrodoméstico, a dica é preferir aqueles com o selo Procel ou etiqueta A do Inmetro, que indicam os mais econômicos. Outra prática importante é não ligar vários aparelhos na mesma tomada porque, além de perigoso, consome mais energia. Os consumidores também devem evitar o uso de aparelhos elétricos no horário de pico de consumo (das 18h as 21h).

Condições de chuva

Conforme a Aneel, “para dezembro, as previsões meteorológicas sinalizam melhora nas condições de chuva sobre as principais bacias hidrográficas do Sistema Interligado Nacional (SIN), caracterizando o início do período úmido na região dessas bacias. A previsão hidrológica para o mês é a de que as vazões afluentes aos principais reservatórios se elevem gradativamente, mas ainda atingindo patamares abaixo da média quando comparadas às referências históricas. Essa condição intermediária repercutirá na capacidade de produção das hidrelétricas, ainda demandando acionamento de parte do parque termelétrico, com impactos diretos na formação do preço da energia (PLD) e nos custos relacionados ao risco hidrológico (GSF). O PLD e o GSF são as duas variáveis que determinam a cor da bandeira a ser acionada”.

A bandeira amarela repete o nível estipulado pela Aneel em outubro. Em novembro, a bandeira tarifária havia sido vermelha patamar 1, com maior peso sobre as contas de luz dos brasileiros.

PUBLICIDADE