PUBLICIDADE

Mulher mata ex-marido para escapar de estupro

Campo Grande News em 04 de Novembro de 2019

Osvaldo Duarte/Dourados News

Brígida Vasque ao ser conduzida por policial à Depac, em Dourados

Brígida Vasque, 38, foi presa em flagrante no início da noite de ontem (3) em Dourados, a 233 km de Campo Grande, acusada de matar o ex-marido, Roberlei Silva Fernandes, 42, com uma facada no peito.

Os dois bebiam juntos na Aldeia Bororó quando o homem teria agarrado a ex-mulher e tentado estuprá-la. Para se defender, Brígida desferiu um golpe de faca no peito de Roberlei, que morreu no quintal da casa.

Na Delegacia da Polícia Civil, onde foi autuada em flagrante por homicídio, Brígida contou que estava separada de Roberlei há dois anos e ontem o encontrou na casa da prima. Os dois passaram a beber juntos até que o homem tentou agarrá-la para obrigá-la a ter relações sexuais com ele.

Como Roberlei teria insistido, Brígida se armou com a faca e o golpeou. Bêbada, a mulher permaneceu ao lado do corpo com a faca na mão e chegou a ameaçar uma agente de saúde indígena chamada ao local. Outros moradores da aldeia tomaram a faca dela e chamaram a polícia. Na delegacia, Brígida disse que não tinha a intenção de matar o ex-companheiro e queria apenas se defender.

PUBLICIDADE