PUBLICIDADE

Variedades atraem consumidores em busca de presentes para os pais

Leonardo Cabral em 09 de Agosto de 2019

Anderson Gallo/Diário Corumbaense

Faltando menos de dois dias, movimento em busca do presente para os papais aumenta em Corumbá

Variedades tanto em presentes como nos preços ofertados pelos estabelecimentos comerciais, na região central de Corumbá, vêm atraindo consumidores na hora das compras para o Dia dos Pais, celebrado neste domingo, 11 de agosto. A data, conforme levantamento divulgado pelo Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento da Fecomércio (IPF-MS), deve superar o Dia das Mães em Corumbá e Ladário.

Às vésperas de celebrar os “heróis”, como os papais são chamados, algumas pessoas já foram às compras, como é o caso da jovem Larissa Duarte, que aproveitou o tempo livre e foi em busca de dois presentes, um pelo aniversário do papai e também para a data especial de domingo. No entanto, Larissa, apesar de se antecipar nas compras, foge do que a pesquisa aponta, pois a maioria dos filhos, quase 30% dos entrevistados, deve presentear os papais com roupas e gastar em média com os presentes entre R$ 51,00 a R$ 100,00.

Anderson Gallo/Diário Corumbaense

Larissa garantiu o presente do Dia dos Pais e de aniversário do seu "herói"

“Meu pai merece isso e muito mais. Em média, os gastos com os presentes chegaram a R$ 400,00. Comprei um para o aniversário dele e outro para o Dia dos Pais. Acho difícil presenteá-lo com roupas, prefiro levar perfumes e artigos de decoração, já que ele gosta, por ter um bar em minha casa. Estou levando o que de fato ele adora”, disse a jovem ao Diário Corumbaense.

Se a maioria, de acordo com a pesquisa, pretende presentear os papais com vestuários, há estabelecimentos comerciais que dão outras opções de presentes, caso da loja de artigos de decorações, que tem como gerente Ana Paula Pessoa de Miranda.

“A nossa expectativa em relação à data é a melhor possível, pois pretendemos superar as vendas do ano passado, ainda mais com artigos de decoração e também de roupas para os papais, como pijamas. Registramos uma boa movimentação na semana passada e durante essa semana que antecede as comemorações, pretendemos zerar o nosso estoque que oferta variedades de presentes”, falou Ana Paula, que ainda revelou que o cliente além dos bons produtos e de um ótimo atendimento, tem a comodidade na hora das compras, ou seja, “a nossa loja tem convênio com estacionamentos aqui do Centro, garantindo facilidade à clientela”.  

Anderson Gallo/Diário Corumbaense

Vânia prefere pesquisar os preços e depois fazer as compras para o pai, marido e irmãos

De olho no melhor preço, Vania Cristina Oliveira de Andrade Braz, veio pesquisar os preços dos presentes para o paizão, maridão e também para os irmãos. “Vale a pena conferir o melhor preço antes de levar. Prefiro pesquisar e depois comprar nem que seja lembrancinhas, mas muitas vezes acabo decidindo por roupas, calçados e perfumes. O que não pode é voltar para casa sem os presentes”, declarou.

Na mesma situação, só que atrás de roupas, se encaixando no perfil da pesquisa, a dona Jorvane Magalhães, veio pesquisar antes de comprar o presente para o marido e o filho. “A única coisa certa é que vou levar roupas, mas estou pesquisando os preços. Vale a pena vir e olhar não só os preços, como as variedades de produtos, até escolher o que de fato vai agradar eles”, mencionou Jorvane, que além dos presentes, no domingo, fará comemoração em sua casa. “A gente se reúne e faz um almoço bem gostoso”, completou.

Anderson Gallo/Diário Corumbaense

Jorverina pretende presentear o maridão e o filho que também é pai

E na perspectiva das vendas, o assessor de cliente de uma loja na região central de Corumbá, Wellerson Rojas, falou que o estabelecimento se preparou para a data e apostou na campanha: “Tal Pai, Tal Filho”.

“Temos mais uma data importante e comemorativa para o comércio, reforçamos nossos estoques e apostamos na campanha que tem como foco os filhos comprarem presentes para os pais e também aproveitando para levar para eles também. Nossa expectativa é que as vendas cheguem em torno dos 20% a mais do que foi registrado pela loja no ano passado, até mesmo pelo fato de encararmos como desafio, diante da crise econômica, mas utilizando a criatividade na campanha”, revelou Wellerson.

Ele ainda faz questão de dizer que as vendas são destinadas aos papais, mas que com as ofertas, o movimento cresce mais ainda devido a presença de estrangeiros. “Como estamos na fronteira, muitos bolivianos vêm até a nossa cidade, aproveitam as promoções para o Dia dos Pais e acabam movimentando ainda mais as vendas. Tudo é pensado para agradar os clientes”, falou.

Para o presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Corumbá/Ladário, Otávio Philbois, com a pesquisa revelando que possivelmente a data do Dia dos Pais, deve superar o Dia das Mães, quem ganha é o comércio e a própria cidade.

Anderson Gallo/Diário Corumbaense

Pesquisa revela que em Corumbá, a preferência de presentes são as roupas

“Essa pesquisa traz  muito otimismo para o comércio, que não tem tido um impacto importante nesta data nos últimos anos,  e desta vez pelo que está apontando, pode ser diferente. Isso é muito bom para o comércio e o próprio município, pois na medida que mais pessoas vão presentar, isso espelha na melhoria do otimismo das famílias”, explicou Otávio.

E confirmando o poder de compra por parte dos bolivianos, ele ressaltou que isso está relacionado por circunstâncias favoráveis ao câmbio e também nos preços ofertados pelos estabelecimentos na região central. “Constitui um reforço na economia local, entra um dinheiro novo, que normalmente não era esperado. Entrando aqui, ele começa a dinamizar as atividades econômicas locais, ajudando a alavancar as vendas”, finalizou o presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Corumbá/Ladário.

Além dos vestuários, como principal presente, os perfumes e cosméticos e calçados, aparecem na pesquisa da Fecomércio como principais opções de presentes. 

PUBLICIDADE