PUBLICIDADE

Idoso que ficou perdido no Pantanal é encontrado após 13 dias

Rosana Nunes em 01 de Julho de 2019

Anderson Gallo/Arquivo Diário Corumbaense

Sebastião Ferreira foi levado para o pronto-socorro de Corumbá

O ribeirinho Sebastião Ferreira, de 81 anos, que estava desaparecido na região do Castelo foi encontrado por familiares no fim de semana. Equipe do Corpo de Bombeiros Militar foi acionada no domingo, 23 de junho, por vizinhos do idoso, que contaram que ele não era visto há alguns dias. 

Os bombeiros foram até o local, não encontraram ninguém na casa, nem barco e motor usados por Sebastião para navegar pela baía Brava e rio Paraguai. Foram realizadas buscas e utilizado até um drone para vistoriar a área, mas nenhum vestígio do idoso foi encontrado. 

Na manhã de ontem, 30 de junho, Sebastião foi encontrado por uma sobrinha, em seu barco, seguindo para o Porto Maracangalha. Ele estava debilitado, com algumas feridas nos braços e queimaduras no rosto, devido a exposição ao sol e vento. 

A família acionou os bombeiros, que seguiram de barco por cerca de duas horas, subindo o rio Paraguai, para realizar os primeiros atendimentos e trazer o idoso para receber assistência médica em Corumbá. Ao chegar na cidade, ele foi encaminhado imediatamente ao pronto-socorro municipal. 

Sebastião contou que se perdeu enquanto pescava. O acúmulo de vegetação, também conhecido como baceiro, fechou a entrada da baía e ele ficou desorientado, pois não enxerga bem. Só ontem, ele conseguiu achar a saída e seguir pelo rio Paraguai, quando foi encontrado pela irmã. 

O idoso ainda contou que ficou 13 dias à deriva no Pantanal e que nesse período ficou sem comida, apenas bebeu água. Com informações da assessoria de comunicação do 3º Grupamento de Bombeiros. (matéria editada para atualização de informação)

PUBLICIDADE