PUBLICIDADE

Irmãos acusados de homicídio se entregam à Polícia

Rosana Nunes em 09 de Maio de 2019

Divulgação/Polícia Civil

Irmãos tiveram fotos divulgadas pela Polícia e acabaram se entregando

Depois de terem prisão preventiva decretada, os irmãos Juliney Jesus dos Santos, mais conhecido como “Nego” e Wesney Jesus dos Santos, o “Xangão”, se entregaram à Polícia Civil. Eles são acusados de envolvimento na morte de Josias Martins Ramos Freitas de Luque, 22 anos, no dia 27 de janeiro deste ano. A vítima foi morta a facadas no bairro Popular Nova.


Os pedidos de prisão foram deferidos pelo juízo da 1ª Vara Criminal da Comarca de Corumbá. Esta semana, a Polícia Civil disponibilizou fotos e telefone (67 99806-0857) através do aplicativo WhatsApp, para receber informações do paradeiro dos irmãos, mas eles acabaram se entregando na 1ª DPC.

O caso

Reprodução/Facebook

Luque foi assassinado no dia 27 de janeiro

Josias Martins Ramos Freitas de Luque, foi morto a facadas durante briga generalizada em frente a uma conveniência, na praça do bairro Popular Nova. Mesmo golpeado, ele ainda caminhou até a alameda Levino Albino, onde entrou no quintal de uma residência, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Um grupo, alguns deles parentes, bebia quando a confusão começou. Na praça, equipe da Polícia Militar, na época, encontrou quatro pessoas ainda em vias de fato - duas irmãs e dois homens. Um quinto envolvido, de 21 anos, encontrado alguns metros à frente, levou duas facadas no rosto. Ele foi socorrido e removido para o pronto-socorro municipal.


Ainda, nas imediações de onde tudo aconteceu, a PM encontrou uma arma de brinquedo e uma faca pequena de cabo azul. Três boletins de ocorrência foram registrados na Polícia Civil, mas nenhum deles informava o motivo da briga que acabou na morte de Josias.


PUBLICIDADE