PUBLICIDADE

Após ameaçar de morte e atirar contra casa da ex, homem é preso por descumprir medida protetiva

Leonardo Cabral em 19 de Março de 2019

Divulgação/PC Ladário

Homem foi levado para a Delegacia de Polícia

Quemoel Paes de Arruda, de 21 anos, foi preso por violência doméstica, na manhã desta terça-feira, 19 de março, em Ladário. Ele é acusado de ameaçar de morte sua ex-companheira e também o pai dela. O acusado já teria até realizado disparo de arma de fogo para intimidar a mulher.

O fato ocorreu no dia 11 de julho de 2018, quando o autor ligou para a vítima, que estava em sua residência, na rua Goiabeira, Alta Floresta II, dizendo: “Você vai embora, senão, vou matar todo mundo aí”. Neste momento a mulher ouviu disparos em direção a sua casa, e Quemoel completou: “matei seu pai”, já que de cima de um morro, ele avistou o pai da mulher que estava no quintal, mas não foi ferido. O caso foi testemunhado por parentes da vítima, que medidas protetivas contra o ex.

Porém, mesmo com medida protetiva, ela continuou sendo ameaçada por Quemoel. No dia 18 de fevereiro deste ano, a Polícia Militar foi acionada para atender uma denúncia de violência doméstica, na rua Riachuelo, bairro Nova Boa Esperança. Ao chegar no local indicado, os militares encontraram Quemoel e a vítima, que o acusou de descumprimento a medida protetiva, uma vez que ele estava ameaçando-a novamente.

Por conta da situação, o delegado Rodrigo Blonkowski, representou pela prisão preventiva de Quemoel, que depois de ser interrogado, passou por exames de corpo de delito e foi levado ao Estabelecimento Penal de Corumbá.

“Ladário apresenta grande incidência de registros de delitos relacionados à violência doméstica. As instituições se encontram atentas para prevenir e reprimir este tipo de crime na região”, avisou o delegado titular da Delegacia de Ladário.

PUBLICIDADE